O deputado estadual Karlos Cabral, do PSB, é pré-candidato à Prefeitura de Rio Verde em 2024.

Ao ser questionado sobre o pleito, Carlos Cabral é contundente: “100% pré-candidato”.

“Já abri mão nas duas últimas eleições”, afirma o parlamentar. Então, dessa vez não será fácil tirá-lo da disputa.

Indo para o quarto mandato na Assembleia Legislativa, Karlos Cabral foi candidato a vereador em 2004, e a prefeito de Rio Verde por duas vezes, nas eleições de 2008 e 2012. Em 2016, candidatou-se a vice-prefeito numa composição com o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, Lissauer Vieira (PSD) — então candidato a prefeito.

Lissauer Vieira apoiou Dannilio na corrida por vaga na Câmara dos Deputados | Foto: reprodução

Agora, o parlamentar pode ter um amigo e “adversário político” pela frente, Lissauer Vieira (PSD). Derrotado nas urnas para deputado federal, o vice-prefeito de Rio Verde, Dannillo Pereira (PSD), passa a ser um forte concorrente para a disputa de 2024. Ele pode ser candidato a prefeito, e bancado pelo prefeito Paulo do Vale, do União Brasil, e quem sabe com apoio de Lissauer Vieira.

O grupo de Paulo do Vale tem outro nome forte: o médico Wellington Carrijo — que pode ser a aposta do MDB no município. Carrijo é ligado tanto a Paulo do Vale quanto ao deputado estadual eleito Lucas do Vale (filho do prefeito).

O ex-deputado federal Heuler Cruvinel, do Patriota, também é cotado para a disputa. Assim como o médico Osvaldo Fonseca Júnior, que disputou a prefeitura em 2020 e ficou em segundo lugar, com boa votação. A ressalta é que ele deixou o MDB, partido com forte história em Rio Verde.