Kajuru questiona pontos da reforma e diz que CPI comprovou que não existe déficit na previdência

Entre outros pontos, senador é contra regime de capitalização obrigatório e redução do benefício para idosos

Jorge Kajuru | Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

O senador por Goiás, Jorge Kajuru (PSB), comentou pontos do possível texto da Reforma da Previdência elaborado pela equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e que foi considerado mais duro do que o apresentado anteriormente por Michel Temer.

Uma das principais mudanças trata da idade mínima para aposentadoria. A nova regra estabelece 65 anos para homens e mulheres, sem distinção de gênero.

” Hoje essa idade média do trabalhador da iniciativa privada que consegue se aposenta está acima dos 70 anos. Na proposta do governo divulgada para imprensa, o tempo mínimo de contribuição é de 40 anos. Isso projeta uma idade estimada de 80 anos para o trabalhador se aposentar”, analisa o senador.

Outro ponto questionado por Kajuru é o regime de capitalização obrigatório, que de acordo com ele, obriga o trabalhador a contratar um fundo e definir um valor mensal para contribuir. Já ao governo cabe a tarefa de indicar uma entidade para gerir os fundos de capitalização.

“Essas entidades gestoras não são obrigadas a apresentar resultados positivos para as aplicações podendo apresentar todo tipo de prejuízos ou até mesmo de falência”.

Kajuru ainda critica a falta de previsão sobre a contribuição patronal. “Não se sabe se os patrões serão obrigados a contribuir com quanto. O mais provável é que eles sejam dispensados da contribuição patronal com a previdência”, prevê.

Outra mudança rechaçada pelo senador é a que trata do benefício de prestação continuada a idosos que poderá ser reduzido.

“As pessoas que não conseguem atingir 15 anos de contribuição quando chegam aos 65 anos recebem benefício de um salário mínimo pela Loas (Lei orgânica da Assistência Social). O governo pretende reduzir esse benefício para 60% do salário mínimo sendo que a pessoa só passaria a recebê-lo aos 80 anos”, critica.

Kajuru diz ainda que o governo se baseia no argumento de que há déficit na previdência e que por isso a reforma seria necessária. No entanto, segundo ele, a CPI da Previdência realizada pelo Senado no ano passado comprovou que não há déficit.

11 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
11 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

GLAUCIENE RAMOS DA CUNHA

Isso existe em vários paises do mundo, mas na realidade lá às pessoas vivem mais. Quantos brasileiros conhecemos com mais de 80 anos? Eu, não muitos. Nesse caso poderiam mudar, para optarmos por contribuir ou não, assim faríamos contribuição privada para aposentadoria. Não é o ideal, mas pelo menos teríamos chance de usar do dinheiro contribuiido enquanto ainda conseguimos contá-lo…..

Leilson Mota Carvalho

E outras palavras so pobre levar chumbo e os magistrados, senadores e deputados come caviar e o pobre continua pobre e ainda briga por políticos vai ser pobre na baixa da egua

LUIZ REINALDO ANDRADE

Essa novela da Previdência já encheu o saco. Muitas empresas devem bilhões. Enfia o pau neles Kajuru.

Cláudio

Parabéns trouxas eleitores do Bolso, conseguiram com que todos morram antes de se aposentar.

Clério Silva

Vamos acabar com a DRU, cobrar os caloteiros da previdência, e depois vamos conversar. Chega dos erros politicos serem transferidos para o trabalhador.

Nilda Alves

Se não existe deficit na previdência então porque sacrificar as pessoas que estão prestes a aposentar e os idosos?

Carlos rRobert gomes

Isto. E um vergonha para a nação brasileira ele deveria fazer doação . Para. Os que vão . aposenta agora ganha um salário de de fome 980 reais enquanto um presidiário ganha mais que iisso hje ser presidiário está sendo. Melhor .por isso os. Presídio estão super lotado mulher deles compra até carro financiado enquanto trabalhador nem bicicleta. Compra pra ir para o trabalho.!!!!

César Alves de oOliveir

O Kajuru é macho os goianos o elegeram para que ele possa ser o defensor de goiGo

Ricardo Carvalho

E os sonegadores do INSS, os grandes devedores do INSS,
Tem alguma proposta de reforma da previdência que os inclua ?

Robison

É isso aí Kajuru, mostra pra essa cambada que pobre nesse com esse governo Bolsonaro vai ficar ferrado e sem justiça qual pobre vai comprar arma TD cambada, governo que tem de dar segurança …

elza luiz rodrigues SOUZA

voce ate o momento esta honrando meu voto, continue .