Sem entrar em detalhes, vereador afirmou que o motivo para a quase desistência foi a “deslealdade” de um integrante do próprio partido

Arquivo

Um dos vereadores mais assíduos da Câmara de Goiânia, Jorge Kajuru (PRP) faltou todas as sessões da última semana. De volta nesta terça-feira (7/8), o parlamentar comentou a ausência e disse que chegou a cogitar desistir da política e de concorrer ao Senado na chapa do senador Ronaldo Caiado (DEM).

“Eu realmente quis sair da política, mas fui convencido por Jorcelino Braga, presidente do PRP, que eu destruiria o partido. Da mesma forma, Caiado pediu para que eu ficasse, senão eu destruiria a chapa”, contou.

Sem entrar em detalhes, o vereador afirmou que o motivo para a quase desistência foi a “deslealdade” de um integrante do próprio partido que teria articulado para que ele desistisse de sair ao Senado e disputasse a Câmara. “Depois, a mesma pessoa tentou convencer minha equipe para que o colocasse como primeiro suplente”, arrematou.

Assim como fez pessebista Elias Vaz, o vereador Jorge Kajuru (PRP) avalia pedir licença da Câmara de Goiânia e se afastar do trabalho legislativo para se dedicar à campanha ao Senado. A decisão final, entretanto, fica com os seguidores do vereador.

“Caiado não abre mão que eu viaje e esteja com ele sempre. Mas, se a sociedade goianiense entender que eu tenha que ficar, eu vou me sacrificar”, informou em entrevista ao Jornal Opção.