Kajuru causa controvérsia ao anunciar como proposta ao Senado reabertura da “Rádio K”

Nas redes, eleitores questionaram a proposta de cunho pessoal como plataforma dentro da disputa eleitoral

 Foto: Alberto Maia / Câmara Municipal de Goiânia

O vereador e senatoriável Jorge Kajuru (PRP) foi alvo de controvérsia depois de anunciar, na propaganda eleitoral no Rádio e TV, a reabertura da Rádio K, antiga emissora do radialista, como proposta ao Senado.

Nas redes, internautas questionaram a proposta de cunho pessoal como plataforma dentro da disputa ao Senado e acabou recebendo críticas.

Como parlamentar, caso eleito, Kajuru é vedado pela legislação de ser proprietário de emissoras de comunicação. No Twitter, entretanto, em resposta a um usuário, o candidato afirmou que não seria o dono da nova Rádio K.

“Não serei proprietário, amigo. Já acertei o aluguel de uma rádio boa, mas que faliu. E fechei com 35 anunciantes da ex-Rádio K, que sem o Marconi no poder, voltam a me patrocinar. Não terei nenhum centavo do governo. Entendeu?”, afirmou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.