Justiça obriga blogueiro a excluir postagens com ataques a vereador

Juiz definiu multa diária de R$ 2 mil caso postagens contra José do Lago Folha Filho (Patriota) não saiam do ar

A Justiça do Tocantins intimou, na tarde dessa quinta-feira, 10, o blogueiro Nelcivan Costa Feitosa, de Palmas, a excluir postagens feitas em redes sociais para atacar o vereador José do Lago Folha Filho (Patriota). Na decisão, o juiz Lauro Augusto Moreira Mauro, da 5ª Vara Cível da Capital, definiu que o autor das postagens deve pagar uma multa de diária de R$ 2 mil, caso as publicações permaneçam no ar após 48 horas. Além disso, a Justiça determinou que seja feita uma audiência virtual com ambos interessados no processo, autor e réu.

Desde 2019, Nelcivan utiliza seu perfil para fazer ataques a Folha, citando até mesmo crimes pelos quais o parlamentar nunca foi condenado. Antes mesmo dos ataques, em 2018, o vereador já fora ouvido numa ação que investigou mais de 20 pessoas e ainda não obteve conclusão. Na época, o parlamentar se defendeu. “Fomos todos ouvidos pela Justiça na época e cabe a ela concluir o processo. Não sou criminoso e não tenho antecedentes criminais”, justificou Folha.

Ataques

As postagens de ataque e provocação contra o vereador aconteciam por meio de perfis em redes sociais e grupos de WhatsApp, mas também se estendiam ao ambiente pessoal, principalmente na Câmara Municipal de Palmas. Em fevereiro deste ano, o blogueiro conseguiu entrar na área restrita do plenário da Casa, graças a um passe de jornalista, e realizou ataques diante de Folha.

Em áudios que circularam por grupos de mensagem, é possível ouvir o blogueiro fazendo ameaças diretas ao político, dizendo que “eu quero achar você vagabundo, eu vou te achar (…)”. Em resposta, Folha esclareceu que tomou atitudes para se proteger. “Eu tomei todas as medidas cabíveis para proteger a mim e a minha família, porque só eu sei o que temos passado em relação às ameaças”, explicou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.