Justiça nega pedido do PMDB para impedir entrevista sobre Operação Ouro Negro

Autor de livro sobre os bastidores da investigação que apurou desvio de verba pública na prefeitura da cidade participará de programa de rádio nesta quarta-feira (27/7)

Autor do livro "Operação Ouro Negro", Cristiano Silva | Foto: Reprodução / A Redação

Autor do livro “Operação Ouro Negro”, Cristiano Silva | Foto: Reprodução / A Redação

A Justiça Eleitoral de Goiás negou pedido de liminar requerida pelo PMDB com o objetivo de impedir a realização e veiculação de entrevista sobre o livro Operação Ouro Negro, que em 2007 investigou desvio de R$10 milhões dos cofres da prefeitura de Catalão, na gestão do então prefeito Adib Elias.

Com a decisão judicial, está confirmada a participação do jornalista Cristiano Silva, autor do livro “Operação Ouro Negro – a história do milionário assalto aos cofres da prefeitura de Catalão”, em um programa da Rádio Sucesso FM 97,5 de Catalão, marcada para às 11 horas desta quarta-feira (27/7).

A autoria da ação argumenta que a menção do livro seria uma desrespeito à legislação eleitoral “com a intenção de macular o nome, a imagem e reputação de Adib Elias”. O deputado estadual é pré-candidato à prefeitura da cidade. O pedido de liminar negado requeria que a rádio, o autor do livro, Cristiano Silva, o PSDB e o atual prefeito e pré-candidato à reeleição, Jardel Sebba fossem impedidos de mencionar o livro nesta ou em qualquer outra entrevista, até as eleições de outubro.

O juíz Marcus Vinicius Ayres, levou em consideração a liberdade constitucional de expressão, informação e comunicação, assegurando o direito de resposta proporcional.

Para o autor do livro, o jornalista Cristiano Silva, o lançamento da 10ª edição do livro se dá em um momento de transformação no País. “O Brasil vive um momento de cobrança, para que o cidadão que roubou não fique impune e nem se esconda por trás de uma brecha na lei. E este é também o objetivo do lançamento desta edição revista e ampliada”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.