Justiça goiana absolve advogado que matou homem em briga de trânsito

Tribunal do Júri acatou tese de legítima defesa apresentada pela defesa e inocentou Adahil Luiz Benedito 

02-12-juri

Divulgação/TJGO

A Justiça do Estado de Goiás absolveu na última sexta-feira (2/12) o advogado Adahil Luiz Benedito, que admitiu ter matado Leandro Lemes dos Santos e tentado matar Jaison dos Reis Alves durante uma briga de trânsito em Goiânia.

Segundo informações do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), o Conselho de Sentença acatou a tese de legítima defesa apresentada durante os debates pelo advogado do réu e acabou definindo pela absolvição.

Conforme consta no processo, Leandro Lemes e Jaison retornavam de Trindade, quando, nas imediações do Setor Vila Regina, Adahil se aproximou do carro em que estavam, dando início a uma discussão. Em seguida, Leandro ultrapassou o advogado e parou em um semáforo da GO-060. Eles desceram do carro e começaram a discutir com Adahil, que resolveu sacar a arma e atirar em ambos. Leandro não resistiu aos ferimentos e morreu no dia seguinte. Jaison, entretanto, sobreviveu.

Dias depois, o advogado compareceu espontaneamente na delegacia de polícia e confirmou a autoria do crime. Em interrogatório judicial, ele sustentou que não tinha a intenção de matar as vítimas, mas apenas se defender das agressões que estava sofrendo.

A sessão de julgamento foi presidida pelo juiz Jesseir Coelho de Alcântara. Adahil havia sido denunciado pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), que havia requerido a condenação do acusado por homicídio e tentativa de homicídio.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.