Em caso de descumprimento da decisão, a multa aplicada aos responsáveis será de R$ 15 milhões por dia

Foto: Reprodução

Uma decisão expedida pela Justiça Federal obrigou que 100% da eletricidade seja reestabelecida no Amapá em um prazo de até três dias. Caso a decisão não seja cumprida, a multa aplicada aos responsáveis pelo fornecimento de energia elétrica será de R$ 15 milhões.

Diversas regiões do Estado sofrem com a falta de energia elétrica a mais de 100 horas. No último sábado, 7, houve um retorno parcial do serviço, porém de maneira parcial e obedecendo a um cronograma de rodízio para distribuição.

O apagão aconteceu durante uma tempestade em Macapá. Três transformadores acabaram danificados por uma explosão seguida de incêndio. Em paralelo à resolução do problema que perdura por dias, será aberta uma investigação para apurar a origem do fogo e comprometimento dos equipamentos de transmissão e distribuição de energia elétrica.