Justiça Federal determina afastamento da Presidente do Iphan

Pedido do MPF foi concedido após Bolsonaro admitir que interferiu na autarquia por paralisação de obra de uma das lojas de Luciano Hang

Justiça Federal determina afastamento de Larissa Dutra do Iphan. | Foto: Divulgação/Iphan

A Justiça Federal do Rio de Janeiro determinou o afastamento da presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Larissa Rodrigues Peixoto. A decisão veio após pedido do Ministério Público Federal (MPF), motivado pela declaração do presidente Jair Bolsonaro da última semana.

A juíza Mariana Tomaz da Cunha, da 28ª Vara Federal, suspendeu o ato de nomeação da presidente da autarquia. Larissa deve ficar afastada das funções até o final do julgamento do processo.

Na última quinta-feira (15), Bolsonaro admitiu, em um evento, que demitiu servidores do Iphan depois de embargarem uma obra do empresário Luciano Hang. A determinação da autarquia veio após serem encontrados resquícios de arqueologia no local.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.