Justiça determina internação definitiva de menor atirador de Goiânia

Decisão foi tomada após audiência realizada na manhã desta terça-feira (28)

Divulgação

A Justiça de Goiás resolveu manter internado, dessa vez de forma definitiva, o adolescente de 14 anos que atirou contra colegas, matou dois e feriu quatro no Colégio Goyases no dia 20 de outubro deste ano, em Goiânia.

A decisão foi tomada após audiência realizada na manhã desta terça-feira (28/11) no Juizado da Infância e Juventude, da capital. Quatro testemunhas foram ouvidas na ocasião.

Conforme a defesa do menor, ele terá acompanhamento psiquiátrico dentro do centro de internação e fará uma avaliação comportamental a cada seis meses, até deixar a unidade.

No final do último mês, a advogada do adolescente, Rosângela Magalhães, já havia informado que a família não pretendia ingressar com nenhum recurso para libertar o jovem.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.