Forças especiais da PM iniciam nesta sexta-feira esquema de policiamento para eleições

Os agentes são dos batalhões de Operações Especiais, de Choque e de Ações com Cães e do Grupamento Aeromóvel e partiram, no início desta tarde, para seus postos

Cerca de 400 homens das forças especiais da Polícia Militar (PM) atuarão diariamente, desta sexta-feira (26/10) até domingo (24), para garantir a segurança do segundo turno das eleições na região metropolitana do Rio de Janeiro. Os agentes são dos batalhões de Operações Especiais, de Choque e de Ações com Cães e do Grupamento Aeromóvel e partiram, no início desta tarde, para seus postos.

Os locais em que esses policiais vão trabalhar foram escolhidos estrategicamente e são considerados importantes para o planejamento de segurança. Veículos blindados serão usados na operação, que contará também com um helicóptero que transmitirá imagens ao vivo para o Centro Integrado de Comando e Controle.

De acordo com o porta-voz da PM, tenente-coronel Cláudio Costa, o número de policiais militares que trabalharão no segundo turno foi ampliado em 5 mil em relação à primeira rodada de votação, chegando a 35 mil. “Eles farão escoltas nas ruas, acompanharão, tomarão conta e policiarão os 5.418 locais de votação”.

Segundo Costa, as unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) receberão o reforço de mil policiais.

Deixe um comentário