Justiça confirma cassação do prefeito de Avelinópolis, no interior goiano

Fábio Alves Neto (PR) e Eliety Rodrigues Pereira (DEM) são acusados de promover festas e realizar distribuição  de cestas básicas e sorvete durante a campanha 

Em decisão divulgada nesta sexta-feira, 8, o Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), manteve, por unanimidade, a cassação dos diplomas da chapa eleita à Prefeitura de Avelinópolis em 2016. O acórdão proferido em 27 de abril, decide pela condenação do ex-prefeito Fábio Alves Neto (PR) e da ex-vice Eliety Rodrigues Pereira (DEM).

Conforme detalha divulgação do TRE, a chapa é acusada de promover festas abertas ao público durante a campanha eleitoral, oferecendo comida, bebidas e sorteios de brindes. Além disso as provas apontam que os candidatos distribuíram cestas básicas e sorvetes como parte da estratégia eleitoral.

“As festas ocorridas no final do ano de 2015, ano anterior ao da eleição, com entrada franca e aberta ao público, de cunho nitidamente político/eleitoral (…) bem como a distribuição massiva de destas básicas no ano de 2016, em período próximo ao pleito, pessoalmente (…), tornou-se uma verdadeira estratégia ilícita eleitoral do clã político Buzina”, destaca o procurador Regional Eleitoral, Célio Vieira da Silva.

Além da cassação do diploma, o prefeito Fábio Alves Neto foi condenado à inelegibilidade pelo período de oito anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.