Justiça concede nova liminar que suspende posse de Lula

Juiz entendeu que Lula e Dilma tentaram interferir na Justiça e atrapalhar investigações da Operação Lava Jato. Esta é a terceira decisão do tipo 

Justiça Federal em Assis (SP) concedeu mais uma liminar contra a posse do ex-presidente Lula como ministro-chefe da Casa Civil. A decisão do juiz Luciano Tertuliano da Silva considera que Lula e a presidente Dilma Rousseff (PT) tentaram interferir na investigação da Operação Lava Jato.

Na liminar, o juiz diz que Lula e Dilma se utilizaram de mecanismo “escusos e odiosos” para influenciar investigação. Tetuliano diz ainda que os dois atuaram na “obtenção de informações privilegiadas para frustrar operações policiais” e “ocultação de provas”, além de tentarem interferir “em todas as esferas públicas políticas e jurídicas, mormente no Superior Tribunal de Justiça e no Supremo Tribunal Federal”.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.