Juquinha e mais sete são denunciados por desvios

Segundo Operação Trem Pagador, a esposa e os três filhos do ex-presidente da Valec são suspeitos de agirem como laranjas para ocultar patrimônio ilegal

Juquinha das Neves foi denunciado por desvio | Marcello Dantas/Jornal Cidade

Juquinha das Neves foi denunciado por desvio | Marcello Dantas/Jornal Cidade

Oito envolvidos em superfaturamento nas obras de construção do trecho goiano da Ferrovia Norte-Sul foram denunciados pelo crime de peculato. Entre os citados nos autos da Política Federal e do Ministério Público Federal (MPFGO) está o ex-presidente da Valec José Francisco das Neves, o Juquinha.

O esquema de desvio de dinheiro público foi investigado na Operação Trem Pagador. O ex-presidente foi preso em julho de 2012 em Goiânia, acusado de comandar esquema de corrupção coordenadas pela empresa Contran.

A mulher de Juquinha, Marivone Ferreira das Neves, e os filhos Jader, Jales e Karen, são investigados por suspeita de funcionarem como laranjas para ocultar patrimônio obtido com o produto dos crimes de peculato e de licitação praticados quando ele esteve na presidência da Valec, entre 2003 e 2010. Em caso de condenação as penas podem chegar a 12 anos de reclusão e multa.

De acordo com a denúncia apresentada na semana passada ao Poder Judiciário os prejuízos aos cofres público chegam a quase R$ 900 mil.

O MPFGO também denunciou José Eduardo Sabóia Castello Branco, ex-presidente da Valec, Antônio Felipe Sanchez Costa, ex-diretor presidente interino, os ex-diretores de engenharia Ulisses Assad, Luiz Carlos Oliveira Machado e Célia Maria de Oliveira Rodrigues e, ainda, o ex-superintendente Jorge Antônio Mesquita Pereira de Almeida estão na lista. Já pela STE, foi denunciado o seu diretor superintendente, Roberto Lins Portella Nunes.

Leia mais:
Ministério Público Federal denuncia corrupção na Valec

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.