Junior Bandeira é aclamado prefeito de Lajeado. Pugmil terá eleições em fevereiro

O candidato teve 1.779 dos votos válidos, correspondente a 77,08%. Seu vice-prefeito será José Edival Gomes Alves

Foto: Divulgação / Facebook

O ex-prefeito de Lajeado, entre 2001 e 2008, Antônio Luiz Bandeira Junior (PSB), o “Junior Bandeira”, foi eleito o novo prefeito de Lajeado, na eleição suplementar de 01/12. O candidato teve 1.779 dos votos válidos, correspondente a 77,08%. Seu vice-prefeito será José Edival Gomes Alves, que era o presidente da Câmara de Vereadores e havia assumido interinamente. O pleito foi convocado após a cassação do prefeito Tércio Dias Melquiades Neto (PSD). Os eleitos serão diplomados até o dia 16 de dezembro.

O adversário de Junior Bandeira, Antônio Alves Oliveira (PSL), popularmente conhecido como “Toninho da Brilho”, teve o registro de candidatura indeferido e concorreu sub judice, após apresentar recurso. Os votos dele não foram divulgados, o que ocorrerá apenas após o julgamento do recurso. O município de Lajeado tem 3.040 eleitores, segundo o TRE/TO, contudo, apenas 2.308 compareceram. Foram computados 42 votos brancos, 91 nulos e 732 abstenções.

Após o final da votação e apuração dos votos, Bandeira disse em entrevista coletiva que uma das prioridades é colocar as contas do município em ordem. Ele destacou também que pretende melhorar os indicadores da educação e investir na saúde, com materiais básicos e medicamentos. “Precisamos investir na frota de veículos escolares que está sucateada, melhorar os indicadores da educação e estrutura melhor as escolas. Há uma escola de tempo integral que foi criada na zona rural, ela está implantada, mas de forma precária. Precisamos dar realmente uma cara de escola de tempo integral”, enfatizou ele.

Na área da saúde, o prefeito disse que quer suprir necessidades básicas e também argumentou que vai investir na segurança pública, pavimentar as ruas, arrumar a cidade, corrigir a iluminação pública para ajudar a reduzir a violência nas ruas se fortalecer a atividade turística. “Queremos fortalecer a atividade turística de Lajeado. Aqui tem a usina hidrelétrica, lagos, cachoeiras, queremos modernizar a praia do Segredo e estimular a visita na UHE Lajeado”, explicou o pessebista.

Eleições Suplementares em Pugmil

Já o município de Pugmil, na região central do Estado, teve as eleições suplementares designadas pela Justiça Eleitoral para o dia 2 de fevereiro de 2020. A medida foi determinada após a cassação da ex-prefeita Maria de Jesus Ribeiro (PPS) e do vice, Elton Coelho (PTB). Os candidatos eleitos deverão ser diplomados até o dia 14 de fevereiro de 2020.

A decisão de cassar os dois políticos foi mantida pelo Supremo Tribunal Federal. Eles foram condenados por captação e gastos ilícitos de recursos e abuso de poder econômico na campanha e sempre negaram as acusações. Atualmente a cidade está sob o comando do presidente da Câmara de Vereadores da cidade, Nazaré Amâncio (PPS).

A cidade conta atualmente com 1.771 eleitores e os vencedores vão ficar no comando do Paço Municipal até o fim de 2020, uma vez que há eleições gerais para prefeitos em todo o país previstas para outubro. As convenções partidárias para definir os candidatos devem ser realizadas no período de 3 a 5 de janeiro de 2020. A propaganda eleitoral estará permitida a partir do dia 7 de janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.