Juíza determina que homem soropositivo pare de contaminar outras pessoas

O homem teria infectado outras oito pessoas nos últimos quatro anos. O caso foi levado até a juíza pelas autoridades sanitárias da região

A decisão de uma juíza da cidade de Seattle, nos Estados Unidos, chamou a atenção da imprensa mundial na manhã desta sexta-feira (12/9). A magistrada determinou que um homem portador do vírus HIV parasse de contaminar outras pessoas e desse início ao seu tratamento. Identificado como “AO”, o homem contraiu o vírus no ano de 2008

O homem teria infectado outras oito pessoas entre os anos de 2010 e 2014. O caso foi levado até a juíza pelas autoridades sanitárias da região que afirmam não ter a intenção de criminalizar a atividade sexual do homem, mas sim proteger a sociedade. “Estamos tentando proteger a saúde pública. E estamos tentando garantir a todos o atendimento que necessitam, inclusive a pessoa envolvida neste caso.” disse o diretor de saúde do programa de HIV do Condado King.

AO teria participado de cinco sessões de aconselhamento sobre o HIV logo que descobriu ser portador do vírus. Apesar de ter sido informado sobre as práticas de sexo com segurança, o homem preferiu ignorar as orientações e acabou transmitindo o vírus para as outras oitos pessoas.

De acordo com nota oficial do departamento de saúde do Condado King, uma situação como essa havia acontecido apenas em 1993. Caso AO não respeite esta determinação da juíza, ele poderá ser multado ou até mesmo preso.

No Brasil

No mês de julho, a Unaids, programa da Organização das Nações Unidas (Onu) voltada para o tratamento da Aids, divulgou dados que demonstram o aumento de 11% no número de novas pessoas infectados pelo vírus no Brasil entre 2005 e 2013. Já em Goiás, na cidade de Itumbiara, a 206 km de Goiânia, o número de casos se aproximava dos 100, em 18 meses.

A Unaids diz em documento que nos últimos 30 anos, a epidemia do HIV já matou mais de 35 milhões de pessoas. “Ao mesmo tempo, a resposta à epidemia gerou um movimento global, que transformou a forma de se abordar questões de saúde e de desenvolvimento. O Brasil é um país que se destaca no cenário internacional por sua resposta à Aids, tanto pelas ações realizadas em âmbito nacional”, salienta a Onu.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.