Juiz determina soltura de Eduardo Azeredo, ex-governador de Minas Gerais

Azeredo foi condenado em segunda instância a 20 anos e um mês de prisão pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro

Eduardo Azeredo | Foto: ABR/Divulgação

Outro beneficiado pela decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que derrubou a possibilidade de prisão em segunda instância, foi Eduardo Azeredo, ex-governador de Minas Gerais.

Ele foi preso em maio de 2018, após condenação em segunda instância no TJMG no processo do mensalão tucano em Minas. Azeredo foi condenado em segunda instância a 20 anos e um mês de prisão pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.