Jovens desaparecem em Goiânia após abordagem envolvendo vereador

Vídeo mostra momento em que Sargento Novandir aborda homem e o agride.  Parlamentar nega 

Vereador Sargento Novandir | Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

*Atualizada às 20 horas

Dois jovens estão desaparecidos desde a madrugada deste domingo (18/2) após serem abordados durante uma festa por três homens, entre eles, o vereador e policial da reserva, Sargento Novandir. O caso ocorreu na Avenida São Francisco, no Setor Santa Genoveva, em Goiânia.

Em entrevista ao Jornal Opção, Ana Paula, mãe de um dos jovens, contou que os dois voltavam para casa, quando notaram uma chave sob o bagageiro de um carro estacionado próximo a uma festa que ocorria no local. Ainda segundo o relato, a dupla teria entregue a chave para o vereador, que, por sua vez, chegou até mesmo a agradecer os jovens.

Jovem que aparece nas filmagens sendo abordado por vereador está desaparecido, diz família

Instantes depois, no entanto, Novandir, acompanhado de outros dois homens, teria abordado os rapazes, alegando que os próprios haviam furtado o veículo.

Vídeo obtido pela reportagem mostra o momento em que o vereador aborda um dos rapazes, desferindo um golpe com as mãos em suas costas e o rendendo. Ainda na gravação, é possível ver Ana Paula, que mora em frente ao local, chegar e tentar impedir que o filho fosse ainda mais agredido. (Assista o vídeo abaixo)

“Ocorreu tudo na porta da minha casa. Eu fui para cima do Novandir para tirar meu filho e ele puxou a arma e ameaçou atirar na minha filha”, conta a mulher.

O segundo jovem, amigo do filho de Ana Paula, chegou a deslocar o maxilar e ter cortes na boca. Os dois foram procurar atendimento médico no Cais do Setor Vila Nova durante a madrugada e não foram mais vistos desde então. “Ele chegou no Cais e me ligou pedindo um Uber porque não tinha médico. Depois disso, não tive mais notícias”, conta a mãe.

Versão do vereador

À reportagem, o vereador Sargento Novandir confirmou ser ele quem aparece nas imagens. Ele estava na festa que ocorria na região, mas alega que não agrediu os jovens em momento algum e apenas atendeu a solicitação do dono do veículo que teria sido furtado. “No momento da abordagem, o suspeito tentou empreender fuga e eu falei para ele parar, mas ele tentou sair do lugar e eu não deixei”, narrou.

Um dos homens foi agredido na boca pelo dono do veículo | Enviada via WhatsApp

O parlamentar também desmente a versão apresentada por Ana Paula e afirma que jamais recebeu qualquer chave do jovem. Ele garante também que não encontrou a vítima ou manteve qualquer contato após o ocorrido. “O único contato que eu tive com ele foi no momento da abordagem. E eu não agredi ninguém. O dono do carro chutou um deles, mas não ocorreu da minha parte”, defendeu.

O vereador também diz acreditar que os jovens realmente haviam furtado o veículo de um dos convidados da festa, apesar de não ter sido encontrado nenhum objeto em posse da dupla.

Novandir afirma, ainda, que não conhecia os demais homens que aparecem na gravação, mas diz saber que um deles também era militar. Procurada pelo Jornal Opção, a assessoria da Polícia Militar informou que a família dos jovens deve procurar a Corregedoria da corporação para que seja instaurada uma sindicância.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.