Conteúdo do material repassado às autoridades supostamente mostram o atleta agindo de forma “agressiva” ou “alterada”

Foto: Reprodução

A brasileira que acusa o jogador Neymar Jr. de estupro entregou à Polícia Civil de São Paulo imagens e documentos que supostamente sustentam a veracidade dos fatos narrados por ela. A acusação foi registrada na última sexta-feira, 31, e as investigações contra o jogador correm em segredo de Justiça.

[relacionadas artigos=”188092″]

Segundo informações do portal de notícias UOL Esportes, quatro fontes diferentes que tiveram acesso às imagens entregues pela jovem às autoridades relataram que o conteúdo mostra o jogador agindo de forma “agressiva” ou “alterada” antes do momento do suposto crime.

Conforme mostrado pelo Jornal Opção, a jovem que o acusa de ter cometido o crime relatou que Neymar se dirigiu ao hotel onde estava hospedada — a espera do jogador —  visivelmente alterado. A mulher acusa Neymar de ter mantido relações sexuais sem seu consentimento.

No entanto, o craque se defendeu das acusações ao publicar, em seu perfil nas redes sociais, um vídeo que mostra toda a conversa entre ambos. No bate-papo, mesmo depois do suposto estupro, a mulher age com normalidade e insiste em querer se encontrar com o atleta novamente. 

[relacionadas artigos=”188018″]

Além de considerar a situação “bem chata”, Neymar disse ter sido alvo de uma armadilha da brasileira. “Não queria colocar ninguém nessa situação, mas fui induzido a isso. O que aconteceu foi uma armadilha e acabei caído”, conta o atleta.