Jovem é presa duas vezes no mesmo mês por envolvimento em homicídios

Sua primeira prisão foi realizada no início de maio, em decorrência de outro crime de homicídio no qual ela é investigada; além desses crimes, ela aplicou o golpe bença-tia

Foto: Reprodução

Agentes da Polícia Civil do Estado de Goiás cumpriram, na última sexta-feira, 28, mandado de prisão temporária contra Kettly Ribeiro de Almeida, 21 anos. A jovem é investigada por envolvimento no homicídio qualificado praticado contra Natália Alves Teixeira, que ocorreu em novembro de 2020, no Bairro Vera Cruz. Esta é a segunda vez que Kettly é presa no mês de maio.

A primeira prisão da autora foi realizada no início de maio, em decorrência de outro crime de homicídio no qual ela é investigada.

No entanto, Kettly ficou poucos dias detida, em face de liberdade judicialmente concedida. Na última sexta, ela foi presa no Residencial Aquários II, em Goiânia. Na investigação, apurou-se que a vítima, Natália Pereira, integrava uma organização criminosa e foi morta ao ser apontada como informante da polícia.

Durante o período que ficou solta, Kettly Ribeiro retornou à prática de trimes. A Polícia Civil explicou que, portanto um revólver calibre 38, ela teria efetuado disparos na fachada de um imóvel na capital goiana, para ameaçar outra pessoa, e chegou a filmar e divulgou as cenas em sua rede social. Além desses crimes, Kettly estava aplicando o golpe bença-tia, tendo inclusive sido beneficiária de uma transferência no valor de R$ 18 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.