Jovem arremessada de brinquedo em parque de diversões recebe alta em Goiás

Duas vítimas seguem internadas

Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Umas das quatro vítimas que foram arremessadas de um brinquedo em Ceres recebeu alta nesta sexta-feira (31/8). Thalia Aparecida Pires, de 16 anos, estava internada no Hospital Ortopédico de Ceres desde o último domingo (26). Outras duas jovens ainda seguem internadas, uma em estado grave.

Segundo o Corpo de Bombeiros, as vítimas foram arremessadas para longe do brinquedo “Surf”após uma pane elétrica.

Documento falso

O brinquedo “Surf” teve sua ART de instalação – documento emitido por engenheiro que dá permissão para funcionamento do equipamento – falsificada.

A informação foi confirmada pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Goiás (Crea-GO). De acordo com o gestor do departamnento técnico do Conselho, Edivado Maia, já está comprovado que houve adulteração nas informações contidas na ART para que, visualmente, ela parecesse um documento verdadeiro.

O Crea-GO já instaurou um Procedimento Administrativo-Disciplinar (PAD) para apurar a responsabilidade dos profissionais envolvidos no caso que podem ser advertidos, sofrer censura pública, ter suspensão temporária do exercício da profissão ou até o cancelamento do registro profissional.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.