Jovem arremessada de brinquedo em parque de diversões em Goiás tem morte cerebral

Isabela do Amaral Vieira, 16 anos, sofreu traumatismo craniano e estava internada em Anápolis

Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

A jovem Isabela do Amaral Vieira, de 16 anos, teve morte cerebral confirmada, na manhã desta segunda-feira (3/9), no Hospital de Urgências de Anápolis (Huana). A adolescente foi uma das quatro vítimas arremessadas de um brinquedo em um parque de diversões em Ceres, no último dia 25.

Isabela estava internada após sofrer um traumatismo craniano, lesões nos órgãos internos, na coluna. Na unidade de saúde, ela precisou retirar um dos rins e parte do intestino.

Duas das vítimas já receberam alta e outra segue internada.

Documento falso

O brinquedo “Surf” teve sua ART de instalação – documento emitido por engenheiro que dá permissão para funcionamento do equipamento – falsificada.

A informação foi confirmada pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Goiás (Crea-GO). De acordo com o gestor do departamento técnico do Conselho, Edivado Maia, já está comprovado que houve adulteração nas informações contidas na ART para que, visualmente, ela parecesse um documento verdadeiro.

O Crea-GO já instaurou um Procedimento Administrativo-Disciplinar (PAD) para apurar a responsabilidade dos profissionais envolvidos no caso que podem ser advertidos, sofrer censura pública, ter suspensão temporária do exercício da profissão ou até o cancelamento do registro profissional.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.