Jovem acusado de divulgar vídeo íntimo é julgado em Goiânia

Em uma pena branda, o ex-namorado Sérgio Henrique de Almeida terá que prestar serviços à comunidade durante cinco meses  

Nas imagens, uma garota aparece em atos sexuais com um jovem. Vídeos como esses são normalmente compartilhados todos os dias por meio da internet. O caso da jovem goiana Francyelle dos Santos Pires, de 20 anos, que teve um vídeo íntimo divulgado pelo então namorado Sérgio Henrique de Almeida, de 23 anos, foi julgado nessa quarta-feira (8/10). O ex-namorado foi condenado pelo Juizado Especial Criminal a prestar serviços à comunidade por cinco meses, durante seis horas semanais.

Na época, além do vídeo íntimo, a jovem Fran, como ficou conhecida, teve seus perfis em redes sociais, fotos e número de telefone divulgados pelos internautas.  Após a exposição causada pelo fato, Fran registrou um boletim de ocorrência na Delegacia Especializada ao Atendimento à Mulher (Deam).

Na audiência, Fran estava notoriamente abalada. O Ministério Público de Goiás (MPGO) propôs que a ação entre o ex-casal fosse suspensa, visto que a pena para quem comete crimes de injúria varia de sete meses e um ano de prisão. Em seguida, Fran aceitou a proposta que estipulou a prestação de serviços ao acusado. No entanto, a advogada da jovem salientou que a penalidade não foi “satisfatória” e que agora vai entrar com uma ação por danos morais e materiais.

No vídeo, Fran faz um sinal de ‘Ok’. O símbolo tornou-se piada e o caso virou meme nas redes sociais. Montagens de políticos, celebridades e jogadores de futebol fazendo o sinal de ‘Ok’ foram relacionadas à jovem.

No dia 5 deste mês, fez um ano que o caso ganhou repercussão nacional e viralizou na internet. Depois do episódio, Fran perdeu o emprego, saiu da faculdade e mudou de bairro. “Tive minha imagem denegrida. Minha vida se tornou um bagunça e ele saiu rindo de mim. Não houve punição”, lamentou a vítima, chorando.

O Jornal Opção Online entrou em contato com Sérgio Henrique de Almeida, mas até o momento de publicação desta matéria ele não havia atendido as ligações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.