Joseph Blatter renuncia ao cargo de presidente da Fifa

Dirigente anunciou que irá convocar novas eleições até março de 2016

Foto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil

Foto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil

Em meio ao maior escândalo de corrupção da Fifa, o presidente da entidade, Joseph Blatter, anunciou nesta terça-feira (2/6) que renunciará ao cargo. Ele convocará novas eleições entre dezembro de 2015 e março de 2016, até lá, continuará exercendo a função.

“Este mandato não parece ser apoiado por todos no mundo do futebol”, explicou Blatter numa conferência de imprensa em Zurique. De acordo com o presidente, “a Fifa precisa de uma reestruturação profunda”.

O suíço de 79 anos havia sido reeleito para seu quinto mandato em frente à federação, na última sexta-feira (29/5), quando derrotou seu único adversário, o príncipe da Jordânia, Ali bin Al-Hussein.

A votação foi para o segundo turno, mas o concorrente, o príncipe jordaniano Ali bin Al Hussein, de 39 anos, desistiu da candidatura. Na primeira rodada, Blatter obteve 133 votos e Al Hussein conseguiu 73.

Na última segunda-feira (1º), o ex-vice-presidente da entidade Jack Warner disse em entrevista que ninguém havia causado mais vergonha à Fifa do que o atual presidente. Warner é um dos nove dirigentes da federação acusados pelo Departamento de Justiça dos EUA de conduzir uma organização criminosa que movimentou mais de US$ 150 milhões em propina.

Na entrevista publicada em uma revista alemã, o ex-vice-presidente questiona a ausência de investigações envolvendo o nome de Blatter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.