José Eliton tem todas as condições para ganhar a eleição, diz Vitti

Presidente da Assembleia Legislativa até crava uma chapa puro sangue, com Raquel Teixeira na vice

Vitti durante sabatina | Divulgação

O deputado José Vitti (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), não tem dúvida de que o pré-candidato da base aliada ao governo, governador José Eliton (PSDB), pode vencer as eleições de outubro, concorrendo com adversários fortes, como o senador Ronaldo Caiado (DEM) e o emedebista Daniel Vilela.

Segundo Vitti, o correligionário tucano é o melhor nome, pelo conhecimento da realidade do Estado e da máquina administrativa que adquiriu ao longo de quase oito anos como vice e agora governador do Estado. Vitti falou da sucessão estadual e da sua gestão como presidente do Legislativo goiano em entrevista ao Clube de Repórteres Políticos de Goiás (CRPG), nesta quarta-feira (4).

O deputado disse que sua expectativa com relação a um crescimento de José Eliton ao Governo do Estado é a melhor possível. “Entendo que o Zé Eliton representa renovação política e já conseguiu promover mudanças significativas no Governo. Ele tem propostas interessantes e tem tudo para levar a base aliada a mais uma vitória no Estado de Goiás.”

Vitti enfatizou também a importância do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) articular a campanha da base aliada, como vem fazendo.

O deputado disse que cravaria o nome da professora Raquel Teixeira para vice de Eliton, mesmo ela sendo do PSDB, numa chapa puro-sangue, o que seria complicado do ponto de vista de alianças. Mas admitiu que há outros ótimos nomes na base, como a deputada federal Flávia Morais, numa aliança com o PDT, e os deputados Heuler Cruvinel (PP) e Thiago Peixoto (PSD).

Sobre a disputa entre Demóstenes Torres (PTB) e Lúcia Vânia (PSB) para ser o segundo nome na majoritária ao Senado, o que tem provocado um início de crise na base, Vitti manifestou a preferência dele pela atual senadora, argumentando que Demóstenes dificilmente vai conseguir se desvencilhar do estigma de ser amigo do empresário Carlos Cachoeira, o que é complicado politicamente numa campanha. A referência é ao fato de que Cachoeira foi condenado por vários crimes e ensejou a cassação do mandato de Demóstenes em 2012.

O presidente da Alego admitiu que esta será uma eleição difícil, mas que a base aliada tem tudo para sair vitoriosa do pleito de outubro próximo. Vitti é um dos coordenadores da pré-campanha do tucano.

Concurso público

Realização de concurso público e retomada da construção da nova sede do Poder Legislativo estadual ainda em sua gestão, que se encerra no dia 31 de janeiro de 2019, são duas das prioridades do deputado. Com relação ao concurso, Vitti adiantou que já está tudo acertado com o Ministério Público Estadual e que o edital deverá ser publicado a qualquer momento.

“Estamos com carências de servidores em algumas áreas do Poder Legislativo, em razão de muitas aposentadorias nos últimos meses, por isso, temos urgência na realização desse concurso público para algumas funções da Casa”, frisou. Ele informou que já está providenciado o envio de cartas-convite a algumas entidades para realização do certame.

O parlamentar deixou claro, também, que a construção da nova sede do Poder Legislativo estadual, no Park Lozandes, será retomada dentro de 60 dias. “Esta obra está parecendo uma novela mexicana, em razão da burocracia do poder público, que é incrível. Mas já estamos fazendo as adequações às exigências da legislação, para retomarmos a construção em 60 dias”, afirmou.

José Vitti deixou claro que está bem de saúde e à disposição para seguir na política. Ele disse que só não é candidato à reeleição por entender que, nesses dois mandatos, cumpriu a missão dele em nível de Legislativo estadual.

Deixe um comentário