José Eliton ressalta que sua vaga na vice de Marconi é fruto de consenso da base

Vice-governador afirma que o retorno dessa discussão é normal com a proximidade das convenções e que sua permanência na vaga não é por imposição   

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O vice-governador José Eliton (PP) diz encarar com naturalidade o impasse instalado na base aliada a partir de reunião na manhã da última terça-feira (25/6) que resultou na postulação do nome da deputada federal Magda Mofatto (PR) para vice na chapa marconista com a anuência do PTB e do PSD [embora o presidente do partido, Vilmar Rocha, mantenha a posição favorável ao pepista]. PR, PSD e PTB enviaram representantes ao encontro que abordaria, sobretudo, as chapas proporcionais, diferentemente do Partido Progressista –– ausência que foi interpretada como desinteresse dos pepistas pela discussão.

Em entrevista ao Jornal Opção Online na manhã desta quarta-feira (25/6), José Eliton disse considerar democrática a intensificação do debate partidário com a aproximação das convenções e que segue tranquilo quanto sua permanência na vice. “Todos têm direito de expor seus pensamentos até chegarmos num consenso, através das trocas de ideias”, disse.

Questionado se a decisão do PP quanto à negativa em formar o chamado chapão com o PTB e o PR seria por alguma incompatibilidade, José Eliton negou, e pontuou que a decisão pela proporcional individual do partido foi tomada ainda em 2013. “O PP tem mantido a mesma posição desde o ano passado, quando me filiei, de que lançaríamos as candidaturas à Assembleia de maneira independente”, disse. A intenção é conquistar o maior espaço possível na Casa, que atualmente não possui nenhum pepista, enquanto o PR conta com os deputados Cláudio Meirelles e Álvaro Guimarães e o PTB com Talles Barreto, Marlúcio Pereira e Henrique Arantes.

Segundo ele, o Partido Progressista deve lançar em torno de 25 nomes, sendo que a função de dialogar com o PR e o PTB para procurar um entendimento foi delegada ao deputado federal Roberto Balestra, ex-presidente do PP goiano. O parlamentar, em breve entrevista por telefone, pois estava na estrada a caminho de Brasília, confirmou a tarefa e disse que a partir de hoje começaria as conversações. Ele e José Eliton estão na capital federal nesta quarta-feira para a convenção nacional do PP.

Quando perguntado se a cobrança de duas legendas importantes da base pela vaga não fragilizaria seu objetivo de seguir vice de Marconi, José Eliton alegou que isso só ocorreria no caso de ele estar se impondo como tal, o que, segundo pontua, não ocorre. “Tudo que a gente fez foi com debate e discussão, respeitando todos os partidos. É assim que sempre me comportei e é assim que vou me comportar. É assim que vou conduzir esse processo”, enfatiza.

De acordo com o vice-governador, os partidos chegarão a um consenso em torno dele e a base seguirá unida, como de costume. Quanto ao curto prazo, visto que a convenção do PSDB está marcada para esse sábado (28), José Eliton mostra-se confiante de que dará tempo. “Vamos estar com este assunto superado na convenção e vamos estar unidos. Será uma grande festa.”

José Eliton já teve a vaga na chapa para as próximas eleições questionada anteriormente por conta da possibilidade de composição com o democrata Ronaldo Caiado –– o que poderia levar Vilmar Rocha à vice –– e pelo PTB, que sempre demonstrou interesse em emplacar um petebista ou, pelo menor, discutir mais a composição. Mesmo assim, o pepista tem tido respaldo do governador Marconi Perillo, que participou do lançamento das pré-candidaturas dele e de Vilmar Rocha (Senado) em Rio Verde recentemente, quando foi assinada por representantes dos partidos da base uma carta de concordância.

Magda Mofatto também segue confiante
Foto: Reprodução Facebook

Foto: Reprodução Facebook

Nesta quarta-feira, a deputada federal Magda Mofatto voltou a usar o Facebook para abordar a colocação de seu nome como possível vice na chapa marconista. Além de publicar foto abraçada ao tucano comentando a repercussão na imprensa a partir da reunião da última terça-feira, ela postou, com marcação ao perfil do governador: “Muito obrigado aos amigos; prefeito João Neto (PTC) de Cavalcante, Josaquim Miranda (PT) de Teresina de Goiás, Alan barbosa (PSB) de Alto Paraíso, Iran Lago (PSD) de Colina do Sul, Gleiva (PP) de Nova Crixás e Celio Fleury (PSDB) de Corumbá de Goiás que acabam de declarar apoio ao meu nome para compor a chapa como vice governadora de Marconi Perillo.”

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.