José Eliton reconhece importância do Judiciário e destaca harmonia entre poderes

Gilberto Marques Filho agradeceu pelas palavras do governador, e afirmou que os poderes estão ombreado

José Eliton visita Tribunal de Justiça | Foto: Mantovani Fernandes

Com o propósito de externar o compromisso de zelar por uma relação respeitosa e harmoniosa entre Executivo e Judiciário, o governador José Eliton visitou, na tarde desta segunda-feira (9/4), o presidente do Tribunal de Justiça (TJGO), desembargador Gilberto Marques Filho. José Eliton destacou que, embora o gesto seja protocolar quando da mudança de chefia do Executivo, a visita tinha um significado mais forte: “É demonstração de respeito, de reconhecimento da importância do Judiciário”, enfatizou.

“Faço isso com muito mais alegria do que um gesto litúrgico. Fiz questão de, no primeiro dia de trabalho, vir reconhecer a importância de zelar pela harmonia na relação institucional dos poderes. Demonstrar apreço por essa harmonia, mantendo a independência e autonomia dos poderes. Estou muito feliz de vir aqui hoje e quero me colocar à inteira disposição do Judiciário; como parceiro, como alguém que tem essa compreensão”, afirmou.

Gilberto Marques Filho agradeceu pelas palavras do governador, e afirmou que os poderes estão ombreados. “Essa parceria é muito importante, e tenho certeza de que continuaremos a ter uma boa relação. Agradecemos pelo gesto de respeito e consideração, pela atenção que o senhor, junto ao ex-governador Marconi Perillo, sempre teve conosco”, disse.

Alguns juízes e desembargadores participaram da reunião. Ex-presidente do TJ, o desembargador Leobino Valente Chaves destacou que José Eliton sempre foi um companheiro importante, que buscou ajudar a instituição a resolver demandas. “O Judiciário tem gratidão pelo senhor. Foi sempre um grande colaborador e parceiro”, declarou.

O desembargador Walter Carlos Lemes afirmou que o a instituição deposita toda a confiança no governador. “Nosso relacionamento institucional será da melhor forma possível”, pontuou. O presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (Asmego), Wilton Muller Salomão, também participou da reunião e endossou agradecimentos a José Eliton pelo bom relacionamento entre os poderes.

O presidente do TJ apresentou ao governador a demanda do aumento do número de vagas de desembargadores na Corte; um pleito antigo, conforme sublinhou. José Eliton ponderou que as decisões serão tomadas sempre levando-se em consideração o equilíbrio da saúde fiscal e econômica do Estado. “Mas sempre que tivermos condições adequadas, colocaremos em prática aquilo que é justamente reivindicado pelo Judiciário. Vamos estudar isso, e quando tivermos autorização orçamentária poderemos dar mais esse salto qualitativo para o Judiciário goiano”, afirmou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.