José Eliton é interrogado na CPI da Enel desta terça-feira

Ex-governador deverá esclarecer onde foram aplicados os recursos decorrentes da venda da antiga estatal

                                                     Foto: Divulgação

O ex-governador do Estado José Eliton (PSDB) será interrogado, nesta terça-feira, 14, pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Enel. A reunião do colegiado representa a quarta oitiva do grupo. O tucano deverá responder questões relacionadas a supostas irregularidades no processo de privatização da Companhia Energética de Goiás (Celg) e também esclarecer, aos parlamentares presentes, onde foram aplicados os recursos decorrentes da venda da antiga estatal.

Conforme mostrado pelo Jornal Opção, na reunião da última quinta-feira, 9, o grupo de parlamentares colheu, em oitiva, o depoimento de Abel Rochinha, presidente da Enel Goiás. O encontro ocorrerá, novamente, no auditório Solon Amaral da Assembleia Legislativa de Goiás e terá início às 10h.

A expectativa era de que a sabatina com o ex-governador e líder do partido, Marconi Perillo, ocorresse dois dias depois da Comissão ouvir Eliton. No entanto, a pedido do deputado Cairo Salim, a oitiva com o tucano foi adiada durante a última reunião do grupo. O autor do pedido argumenta que o adiamento da oitiva com Marconi é necessário pois, primeiramente, a Comissão deverá ouvir os demais integrantes do corpo técnico do então Governo responsável pela venda da Celg para então, finalmente, interroga-lo.

O presidente da Comissão, deputado Henrique Arantes (PTB), disse ao Jornal Opção que concorda o pedido e que ouvindo os demais envolvidos, os parlamentares poderão se munir de mais informações para sabatinar Perillo.  

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.