José Eliton discute parceria com governo de SP para UEG oferecer cursos à distância

Pelo convênio, a instituição dará cinco cursos que são oferecidos pela Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), ministrados por professores da USP e Unicamp

Governo de Goiás

O governador de Goiás, José Eliton (PSDB), se reuniu, na tarde desta terça-feira (17/4), com o governador de São Paulo, Márcio França, no Palácio dos Bandeirantes, para dar início a um convênio, entre os dois estados, por meio do qual a UEG passará a ofertar, gratuitamente, cursos superiores a distância.

Pela parceria, a instituição dará cinco cursos que são oferecidos pela Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), ministrados por professores da USP e Unicamp.

A iniciativa é uma inovação na educação superior pública de Goiás. “É uma democratização do Ensino Superior; um projeto muito importante que nós queremos replicar em Goiás. É Goiás trabalhando, acelerando e inovando”, avaliou José Eliton.

Conforme explicou o governador Márcio França, toda a área de Ensino Superior a Distância (EAD) da USP e Unicamp hoje é concentrada na Univesp, que foi criada em 2012 e já tem mais de 35 mil estudantes distribuídos em 243 polos do Estado de São Paulo.

A Univesp é uma instituição exclusivamente de Educação a Distância (EAD) mantida pelo Governo do Estado de São Paulo e oferta os cursos de Engenharia da Computação, Engenharia de Produção, licenciatura em Matemática, Pedagogia e Gestão Pública.

Os cursos são realizados em ambiente virtual de aprendizagem, com videoaulas, bibliotecas digitais e conteúdos pedagógicos. Mas há também aulas presenciais e, portanto, as cidades conveniadas precisam oferecer um laboratório com 50 computadores e duas salas de aula. Os cursos têm de três a cinco anos de duração.

José Eliton afirmou que a consolidação do convênio é prioridade. Uma equipe da UEG deve ir a São Paulo já na próxima semana para conhecer melhor o programa, e prosseguir com as tratativas.

Conforme discutiu com o governador de São Paulo, os cursos deverão ser ofertados, sobretudo, aos municípios que não contam com unidade da UEG. “O objetivo é democratizar e universalizar cada vez mais o Ensino Superior em Goiás”, disse.

Ele aproveitou para parabenizar o Governo de São Paulo pelo programa e desejou ao governador recém-empossado boa sorte na condução de São Paulo, “que é a locomotiva do País”.

Deixe um comentário