Jornalistas são agredidos por seguranças do presidente

Agressões ocorreram depois que o Bolsonaro sobrevoou áreas alagadas na Bahia

Jornalistas de filiais baianas da Globo e SBT foram agredidos por seguranças do presidente Jair Bolsonaro (PL) neste domingo,12. Durante chegada de Bolsonaro em Itamaraju, Bahia, um dos seguranças segurou a repórter Camila Marinho e o cinegrafista Cleriston Andrade, os dois da TV Bahia filial da Globo no estado, pelo pescoço, com a parte interna do braço, o que seria um “mata-leão”, de acordo com a equipe de jornalistas presentes no local.

Outro episodio de agressão que também teria acontecido no local foi um tapa que outro repórter também levou do segurança. Chico Lopes é da TV Aratu, filial do SBT, e publicou o relato e no site Aratu On. A agressão aconteceu enquanto jornalistas esperavam o pouso do helicóptero de Jair Bolsonaro no estádio municipal Juarez Barbosa, na cidade do sul da Bahia. Após o desembargue, jornalistas da TC Bahia e TV ARatu foram contidos, por um cordão, pelos seguranças do presidente. No estádio, quando o presidente subiu na caçamba de uma caminhonete, um segurança tentou impedir que os jornalistas erguessem o microfone para falar com o presidente.

Em nota, a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) fez um repúdio as agressões e ainda solicita que as autoridades competentes orientem a equipe de segurança do presidente para que respeite o trabalho dos jornalistas. A associação ainda “exige que Jair Bolsonaro cesse os ataques verbais contra a imprensa, os quais incentivam sua militância a agredir repórteres e impedir seu trabalho, o qual é garantido pela Constituição Federal”, escreve em nota.

Em comunicado, a TV Globo manifestou solidariedade aos jornalistas da TV Bahia e TV Aratu, e cobrou posicionamento da Procuradoria-Geral da República sobre ação apresentada ao Supremo Tribunal Federal (STF) em novembro pela Rede Sustentabilidade, que pede a proibição de ataques ou incentivos a ataques verbais ou físicos à imprensa e aos seus profissionais por parte do presidente Jair Bolsonaro. O governador da Bahia, Rui Costa (PT), manifestou solidariedade aos jornalistas pelo Twitter e escreveu que “a liberdade de imprensa é pilar fundamental da democracia e qualquer ataque ao jornalismo merece repúdio”.

Com informações do jornal Folha de São Paulo*

Uma resposta para “Jornalistas são agredidos por seguranças do presidente”

  1. Avatar Marcos disse:

    Quero ver a SBT falar alguma coisa contra o Bozo devido a esse episodio pois como disse o Silvio Santos o Governo e nosso patrão ele que paga

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.