Jornalismo goiano perde Maísa Lima, aos 52 anos

Conhecida por ser dona de um texto correto e inspirado, a repórter passou mal na madrugada desta terça-feira, em seu apartamento

Maísa Lima: sorriso cativante, personalidade carismática e querida por todos | Foto: Reprodução

O jornalismo de Goiás perde um de seus grandes talentos: morreu, nesta terça-feira, 9, Maísa Lima, ex-repórter e editora de vários veículos da imprensa local. Atualmente, ela desempenhava seu trabalho pela Tribuna do Planalto.

Aos 52 anos, ela foi encontrada sem vida em seu apartamento, em Goiânia. Sofria de crise asmática e provavelmente deva ter passado mal durante a madrugada.

Maísa foi também assessora de comunicação da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em Goiás e diretora do Sindicato dos Jornalistas de Goiás.

Entre os colegas, a imagem que fica de Maísa Lima é de uma pessoa dinâmica, carismática e de sorriso cativante.

O Sindicato dos Jornalistas publicou nota pela morte da profissional:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.