Jorge Oliveira deve substituir Moro no Ministério da Justiça

Alexandre Ramagem, atual diretor da Agência Nacional de Inteligência (Abin), deve substituir Maurício Valeixo no comando da Polícia Federal

Jorge Oliveira | Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deve anunciar Jorge Oliveira, atualmente ministro da Secretaria-Geral da Presidência, como o novo ministro da Justiça e Segurança Pública. Ele substitui Sérgio Moro, que deixou o cargo na última sexta-feira, 24.

No entanto, o Palácio do Planalto teme que a nomeação de alguém próximo ao presidente, neste momento, pode potencializar as acusações de Moro, que ao se demitir disse que o presidente queria fazer interferência política na PF.

Por isso, a ala militar ainda tenta indicar o desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores, ex-presidente do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, para o cargo. No entanto, Bolsonaro tem manifestado preferência por alguém de sua confiança.

Por este motivo, o presidente também já teria batido o martelo sobre o nome de Alexandre Ramagem, atual diretor da Agência Nacional de Inteligência (Abin), para substituir Maurício Valeixo no comando da Polícia Federal.

A saída de Valeixo foi um dos motivos que levaram Sergio Moro a deixar o governo Bolsonaro, que apontou a tentativa de interferência política do presidente na PF. Alexandre Ramagem é próximo da família Bolsonaro e passou o Réveillon de 2019, véspera da posse de Bolsonaro, ao lado de Carlos Bolsonaro.

Alexandre Ramagem e Carlos Bolsonaro | Foto: Reprodução

Ramagem também chefiou a equipe responsável pela segurança de Bolsonaro durante a campanha de 2018 e seria de total confiança dos filhos do presidente.

A ligação entre o provável novo chefe da PF e o clã Bolsonaro tem sido questionada pelo fato de investigação da Polícia Federal, conduzida pelo STF, indicar a participação do vereador Carlos Bolsonaro como o mentor do esquema das fake news contra ministros da Suprema Corte.

Por isso, outro nome que estaria no radar do presidente é Anderson Torres, atual secretário de Segurança do DF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.