Jorge Kajuru coleciona mais uma condenação e terá que indenizar Marconi Perillo

Juiz determinou que jornalista pague ao ex-governador R$ 20 mil, por danos morais

Condenado pelo juiz Lucas de Mendonça Lagares, da 15ª Vara Cívil, o senador Jorge Kajuru (Podemos) coleciona mais um processo na Justiça, tendo que indenizar o ex-governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), em R$ 20 mil, por danos morais.

Nesse processo, o tucano acusa o senador de lhe ofender a honra utilizando termos considerados por ele como “injuriosos, caluniosos e difamatórios, imputando a ele fatos ofensivos a sua reputação e a sua dignidade”. Tais ofensas teriam sido divulgadas em vídeos nas redes sociais de Kajuru, que na ocasião teria salientado que Perillo tinha relação criminosa com o empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

Ao se defender, o parlamentar frisou que repercutiu notícias que foram divulgadas pela imprensa, tendo base as “investigações realizadas pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Polícia Federal (PF). No entanto, o magistrado entendeu que as manifestações de Kajuru nas redes sociais ultrapassaram os limites da liberdade de expressão, comprovando violação “a honra e a imagem” do ex-governador. A assessoria de Kajuru informou que irá recorrer da decisão.

Mais processos

Em dezembro do ano passado, Kajuru foi condenado a pagar uma indenização ao cantor Orlando de Morais. O processo também foi em decorrência de falas dele no canal do YouTube. O senador acusou, sem provas, de que a esposa de Morais, a atriz Glória Pires, teria recebido R$ 1 milhão do ex-governador Marconi Perillo, taxado de corrupto.

Já em 2016, a 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO), por unanimidade de votos, condenou o jornalista a indenizar o ex-governador em R$ 15 mil, também por danos morais. A ofensa teria sido proferida em um programa da TV Esporte Interativo. Antes, em 2011, Kajuru foi condenado a indenizar Perillo em R$ 50 mil, dessa vez por dizer em um programa de TV que o político teria mandado violentar a esposa dele.

Ainda sobre o ex-governador, Kajuru foi condenado em 2005 a pagar 100 salários mínimos como indenização por danos morais. Ele teria, durante programa de rádio, que Perillo usava verba secreta do Palácio das Esmeraldas para adquirir presentes, como jóias, comida e bebida alcoólica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.