O médium foi autorizado a sair para ser ouvido pela Justiça sobre posse ilegal de armas

Foto: Divulgação

João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus, foi autorizado a deixar o Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia na tarde desta quarta-feira, 10, para audiência em Anápolis.A saída do médium foi confirmada pela Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGap), que não confirmou a rota nem o motivo da saída. A informação é que ele foi ouvido pelo processo referente a posse ilegal de arma de fogo.

Durante operação realizada no final de 2018 na casa do médium, a Polícia Civil encontrou seis armas em diversos locais do quarto, inclusive em um armário com fundo falso. Junto com armas, na ocasião também foi apreendido mais de R$ 400 mil em notas de real, euro, dólares e libras.

O armamento estava sem registro e uma delas sem numeração. João de Deus não tem permissão para posse de arma. O advogado do médium não foi encontrado para comentar o caso.