Deputado se encontrou com o governador Ronaldo Caiado, em Brasília, nesta terça-feira, 29
 

O deputado federal João Campos (Republicanos) rebateu conversas de bastidores de que o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (sem partido), poderia se filiar ao partido, e como a do Partido Liberal (PL), formar uma chapa ‘puro sangue’ para disputar o governo de Goiás. No entanto, Campos não negou que tenha se encontrado com o ex-emedebista em Brasília, nessa segunda-feira, 28, apenas ressaltou que se reuniu com o governador Ronaldo Caiado (UB) nesta terça-feira, 29.

“Saiu uma conversa de que Gustavo Mendanha filiaria ao Republicanos, e o Republicanos, a exemplo do PL, faria uma chapa ‘puro sangue’. Isso não é verdade,” disse João Campos ao Jornal Opção. A suposta chapa teria Mendanha como candidato ao governo e João Campos disputando o Senado. Porém, a legenda se mostra mais próxima do projeto de reeleição de Caiado. Principal referência do partido no Estado, por comandar a Capital, o prefeito Rogério Cruz (Republicanos) já declarou apoio ao governador. 

Em relação ao encontro com Caiado, João Campos fez questão de destacar que a solicitação partiu do próprio governador. No entanto, ele destacou que esta “não foi uma conversa conclusiva”. “São diálogos que fazem parte da construção política”, emendou. Por enquanto, o deputado assegura que o foco é na finalização da formação das chapas de candidatos a federal e estadual, que tem prazo apertado de cativar filiados até 2 de abril. 

Pré-candidato ao Senado, o parlamentar é um dos nomes que aguarda uma definição da formação da chapa de Caiado, que teria o nome do ex-ministro Henrique Meirelles como pré-candidato a senador. Contudo, as incertezas acerca disso continuam. Nesta terça-feira, 29, uma coletiva de imprensa de Meirelles chegou a ser marcada, depois cancelada, e anunciado que haveria um comunicado da decisão de desistência da disputa, que também foi cancelado.