Jânio deixa presidência do PSDB e comunica desfiliação do partido

Prefeito de Sanclerlândia, Itamar Leão, é apontado como um possível sucessor

O atual presidente do PSDB, Jânio Darrot, enviou carta ao diretório estadual do partido nesta quarta-feira, 3, deixando a presidência e solicitando a desfiliação. O ex-prefeito de Trindade pretende se filiar ao Patriota, de Jorcelino Braga.

O prefeito de Sanclerlândia, Itamar Leão, é apontado como um possível sucessor de Darrot. Outro nome aventado é o do ex-governador José Eliton, que seria bancado por Marconi Perillo.

Na carta, Jânio afirma que aceitou ser presidente em um dos momentos mais difíceis do PSDB. Já em janeiro de 2020 havia colocado o cargo à disposição da sigla, mas atendeu a pedidos e resolveu continuar até o fim do mandato, que expiraria em abril de 2021. No entanto, resolução nacional prorrogou os mandatos até 2022.

“Por entender que esse momento é a melhor oportunidade para ‘oxigenar’ o quadro partidário do PSDB é que solicito providências no sentido de realizar a transição e formatação da nova Executiva Regional”, diz a carta. “Desta forma, aproveito para comunicar que não tenho interesse em apresentar meu nome para continuidade do atual mandato”, continua.

“Por fim, apresento minha desfiliação do PSDB, desejando sucesso a todos os participantes do partido”, finaliza.

Entrevista

Em entrevista ao Jornal Opção, na última segunda-feira, 1, Jânio Darrot afirmou que as negociações com o Patriota estão bem adiantadas. Na ocasião disse que não queria rupturas com o PSDB e que o partido não precisava ser sempre o protagonista.

A fala de Darrot provocou respostas de membros do PSDB, como o ex-deputado estadual, Jardel Sebba, que disse esperar “renúncia imediata” da presidência da sigla em Goiás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.