Izaura Cardoso: “Precisamos tomar atitudes imediatas e focar no trabalho humano”

Esposa de Vanderlan Cardoso (PSB), empresária pode se tornar primeira dama e pretende ocupar Secretaria de Assistência Social para atuar ao lado do marido

"Temos vários projetos como experiência em Senador Canedo que vamos aplicar em Goiânia", destaca ela | Foto: Reprodução Facebook

“Temos vários projetos como experiência em Senador Canedo que vamos aplicar em Goiânia”, destaca ela | Foto: Reprodução Facebook

Izaura Cardoso é empresária, ex-secretária de Assistência Social de Senador Canedo e pode se tornar primeira dama de Goiânia caso seu marido, Vanderlan Cardoso (PSB), vença as eleições municipais desse ano. O Jornal Opção conversou com ela para saber quais seus planos caso essa realidade se concretize.

Assim como fez em Senador Canedo, Izaura pretende assumir a dianteira dos projetos na área de assistência social na capital. “Precisamos tomar atitudes imediatas, mas não quero só ficar presa na parte técnica e administrativa. O objetivo é organizar a pasta, fazer ela funcionar, mas depois focar no trabalho humano”, explica ela.

“Quero organizar meu tempo para chegar nas famílias carentes, conhecer o que elas estão vivendo, estar mais próxima das pessoas”, diz. “A gente tem vários projetos como experiência aqui em Senador Canedo que vamos aplicar em Goiânia. Em todos municípios existem os mesmos problemas e eles têm verbas para cuidar disso.” Entre os programas, destaca, há aqueles voltados para a população idosa, para portadores de deficiência e mulheres e crianças em situação de vulnerabilidade.

Para as pessoas com deficiência, o projeto é doar aparelhos auditivos, próteses e cadeiras de rodas, além de implantar aulas de braille e de libras nas escolas. Izaura pretende promover ainda eventos culturais para que elas possam participar, envolvendo dança, música, coral, entre outros.

Ela também ressalta que, nos moldes do que foi feito em Senador Canedo, pretende pensar a acessibilidade dessas pessoas inclusive na casa delas.  “É um trabalho sequencial, porque eles têm dificuldade de acessibilidade na cidade, mas às vezes também dentro de casa, é um problema diário que eles enfrentam – e não é difícil de se resolver”, pontua ela.

Na questão dos idosos, ressalta ela, o principal projeto é de criação de um centro de integração para que principalmente os idosos carentes possam interagir, cuidar da saúde, fazer caminhada, hidroginástica e outras atividades. Ela também destaca o trabalho de assistência social para garantir que eles conhecerão seus direitos e serão protegidos.

O Programa Resgate, para dependentes químicos, moradores de rua e andarilhos é pautado em parcerias com entidades filantrópicas para ajudar e ressocializar essas pessoas em situação de risco. “Tem muita gente que trabalha com isso e que precisa de ajuda. Já fizemos um levantamento de onde podemos colocar essas pessoas para elas serem tratadas e voltarem pro seio da família, serem reinseridas na sociedade”, diz.

Segundo ela, ainda há, entre outros, projetos para famílias de presidiários e para auxiliar pessoas de baixa renda nos casos de óbito na família. “Também fizemos o Cadeia Social, que presta assistência às famílias de presos, que muitas vezes ficam sem o provedor da casa”, conta. “E também a Central de Óbitos, em que as pessoas carentes têm acesso à informatização, enterro, atendimento para liberação de corpos e documentos, entre outros serviços, com uma assistente social dando o atendimento 24 horas nessa hora tão difícil.”

Nos Centros de Proteção à Violência contra as Crianças, destaca ela, o foco é trabalhar com escolas, delegacia e outros órgãos para conscientizar os pais sobre a necessidade de educar seus filhos de uma maneira não agressiva. Por fim, ela lembra que, nas regionais propostas por Vanderlan, serão ofertados serviços de saúde e sociais, além de cursos profissionalizantes pensados de acordo com o perfil de cada região.

Izaura Cardoso

Além de empresária, Izaura é missionária da Assembleia de Deus, locutora na Rádio Paz FM e apresentadora do programa Tudo de Bom, na Fonte TV. Mãe de dois filhos, criados, segundo ela, para assumirem a empresa que ajudou a criar, Izaura realiza trabalhos de assistência social no Brasil, na África e na China.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.