“Isso é armado”, diz Welington Peixoto sobre ação do MPGO

Irmão de Bruno Peixoto, vereador do PMDB se defende de ação. Segundo ele, mulher citada em processo não pediu votos em mutirão da saúde, no Setor Goiânia Viva

Vereador pela capital Welington Peixoto, do PMDB | Ascom/Câmara

Vereador pela capital Welington Peixoto, do PMDB | Ascom/Câmara

O vereador Welington Peixoto (PMDB) se defendeu das acusações feitas pelo Ministério Público de Goiás (MPGO). Segundo ele, a eleição dos novos conselheiros tutelares está sendo usada para prejudicar os conselheiros.

“A cada 15 dias levo a um bairro da capital mutirão com diversos benefícios, e sempre levo um conselheiro para me acompanhar. Dessa vez foi a Michelle. Isso foi armado contra ela, que foi ao evento como conselheira e não como candidata, como disse o MPGO. Não houve pedido de voto”, argumentou, em entrevista ao Jornal Opção neste domingo (22).

Michelle Soares Cabral e outros quatro conselheiros eleitos em outubro passado para o Conselho Tutelar da Região de Campinas são citados em ação civil pública proposta na última sexta-feira (20).

A ação aponta que em 2014 ela foi cabo eleitoral na campanha do deputado Bruno Peixoto (PMDB), irmão de Welington, por razões de afinidade com o peemedebista, e atualmente está lotada em seu gabinete na Assembleia Legislativa.

De acordo com o MPGO, a campanha dos conselheiros teria sido beneficiada com a distribuição de panfletos contendo cola com os nomes deles, durante mutirão da saúde no Setor Goiânia Viva. O evento foi promovido pelo gabinete itinerante de Welington e Bruno.

“Nenhum deles tem cargos comigo nem com meu irmão. A Virgínia [Valéria Fernandes de Santana] tem cargo no estado por indicação do PSDB. Estão usando isso pra me prejudicar”, afirma, ressaltando que, dos cinco conselheiros, conhece apenas Michelle e Virgínia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.