Israel rejeita proposta de cessar-fogo apresentada por John Kerry

Segundo o Canal 1, o Gabinete de Segurança rejeitou por unanimidade a proposta de Kerry, “nos termos em que está”

O governo de Israel recusou nesta sexta-feira (25/7) a proposta de cessar-fogo apresentada pelo secretário de Estado norte-americano, John Kerry, informou emissora de televisão israelense.

Segundo o Canal 1, o Gabinete de Segurança rejeitou por unanimidade a proposta de Kerry, “nos termos em que está”. O Canal 1 adiantou, porém, que os ministros continuarão discutindo o assunto.

Kerry encontrou-se com o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, e o ministro dos Negócios Estrangeiros do Egito, Samed Shukri, com a intenção de chegar a um acordo de cessar-fogo, após 18 dias de conflito armado, que já causou a morte de cerca de 800 palestinos, a maioria civis, e de 73 israelenses, 34 deles soldados.

Os meios de comunicação informam que o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, não abdica do direito do Exército de destruir túneis usados pelos guerrilheiros do Hamas para lançar ataques em território israelense.

A proposta de Kerry previa um cessar-fogo inicial, seguido de negociações entre delegações das partes envolvidas no conflito.

O Hamas, a maior força em Gaza, rejeitou inicialmente a proposta de cessar-fogo, exigindo um acordo final antes da suspensão das hostilidades, mas esforços da mediação internacional obtiveram uma abertura para alcançar a paz.

Kerry, que passou a última noite no Cairo, capital egípcia, manteve encontros com Ban Ki-moon e Samed Shukri e prometeu falar aos jornalistas ainda nesta sexta-feira.

Deixe um comentário