Irmãos goianos acusados de homicídios e outros crimes em Itumbiara são presos no Rio de Janeiro

Leandro e Sidiney foram detidos por agentes da Polinter. Os dois eram foragidos da Justiça e já tinham passagens por tráfico de drogas, roubo e crime contra a vida

De Itumbiara: conhecidos como Doidão (à direita) e Cidinho, os irmão foram capturados em uma residência na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Fotos: Divulgação/Polinter Rio de Janeiro

De Itumbiara: os irmãos conhecidos como Cidinho (à esquerda) e Doidão foram capturados em uma residência na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Fotos: Divulgação/Polinter Rio de Janeiro

Dois goianos suspeitos de praticar homicídios em Itumbiara, no Sul do Estado, foram presos por policiais civis da Delegacia de Polícia Interestadual (Polinter) na manhã da última terça-feira (6/5) na cidade de Itaboraí, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Os irmãos Leandro Alves Alencar, vulgo Doidão, de 31 anos, e Sidiney Alves de Alencar, o Cidinho, de 28, foram detidos em uma residência.

Havia um mandado de prisão preventiva por parte da Polícia Civil de Itumbiara contra os dois por cometerem um homicídio. Os dois são investigados também por cometerem outro homicídio e por tentativa de outro crime do tipo. Todos ocorreram no primeiro semestre de 2013 e estão ligados ao narcotráfico. A dupla é condenada por tráfico de drogas e roubo.

Crystyan Marques é suspeito de participar de homicídios e está foragido

Crystyan Marques é suspeito de participar de homicídios e está foragido

Um dos homicídios foi cometido contra Luis Aldo da Costa dentro de um bar, em 2 de março de 2013, na Avenida Celso Maeda, por volta de 19h. Outro suspeito de ter participado das mortes, Crystyan Rodrigues Marques, 22, está foragido; ele tem passagem por porte ilegal de arma.

De acordo com informações da polícia carioca, nada de ilícito foi encontrado com os irmãos durante a prisão. Eles estão presos em uma das carceragens da Polinter. Em entrevista ao Jornal Opção Online, os delegados goianos responsáveis pelos casos, Lucas Finholdt (do 2° Distrito Policial) e Ricardo Chueire (da 6ª Delegacia Regional de Polícia), informaram que aguardam ordem judicial da Justiça de Goiás para que Leandro e Sidiney sejam transferidos para Itumbiara.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.