Iris se confunde e diz que deixou “73 milhões de cruzeiros” em caixa

Candidato afirmou que quando deixou Prefeitura, Saúde funcionava bem e Estado devia “73 milhões e 765 mil cruzeiros”

O candidato do PMDB à Prefeitura de Goiânia, Iris Rezende, respondeu que quando deixou a prefeitura da última vez, após 5 anos e 3 meses, a Saúde tinha um crédito de mais de 73 milhões de cruzeiros. Iris falava dos projetos para a área quando acabou se confundindo. O cruzeiro era a moeda oficial do Brasil até o ano de 1993.

Vanderlan Cardoso (PSB) questionou o adversário sobre os projetos para a Saúde que, afirmou, é um dos maiores problemas da cidade. Iris reafirmou que durante seu tempo à frente da prefeitura a Saúde funcionava “primorosamente bem”, não havia grandes problemas nos atendimentos e que não havia qualquer dívida.

“Deixamos crédito da Prefeitura junto ao Estado, por uma comunicação do Tribunal de Contas dos Municípios, o Estado era devedor de 73 milhões e 765 mil cruzeiros”, disse o candidato. Veja o vídeo do momento:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.