Iris Rezende se nega a prestar depoimento na CEI da Herança

Relatório final será apresentado na próxima sexta-feira (15/9) e deve apontar indícios de irregularidades em várias áreas da administração municipal

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), se negou a comparecer na última oitiva da Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Câmara Municipal que investiga as contas da prefeitura nas gestões PT/PMDB.

Convidado pelo relator do colegiado, vereador Jorge Kajuru (PRP), o prefeito não tinha obrigação de prestar depoimento e informou que não comparecerá na reunião que acontece nesta quarta-feira (13/9), a partir das 14 horas. Quem deve ser ouvido pelos vereadores é um representante da Secretaria de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh).

Conhecida com CEI da Herança, a comissão investiga as finanças da administração municipal no âmbito de várias secretárias e apurou as contas públicas nos últimos oito anos, abarcando as administrações de Iris e do ex-prefeito Paulo Garcia.

Mesmo sem a oitiva do peemedebista, o relatório final será apresentado e votado pela comissão na próxima sexta-feira (15/9). Kajuru adiantou que os documentos compilados durante as investigações apontam irregularidades em pelo menos três áreas da prefeitura: Saúde, Educação e o Instituto de Previdência dos Servidores Municipais (IPSM).

Na segunda-feira (11/9) a secretária de Saúde Fátima Mrue também havia sido convidada mas não compareceu.

Deixe um comentário