Em ofício enviado hoje ao presidente da Casa, o prefeito de Goiânia pede a devolução da matéria ao Executivo

Esperado há anos, processo do Plano Diretor tem novo obstáculo / Foto: Câmara Municipal

O prefeito Iris Rezende (MDB) retirou o Plano Diretor da Câmara Municipal de Goiânia. Em ofício enviado nesta sexta-feira, 25, ao presidente da Casa, Romário Policarpo, o chefe do Executivo argumenta que a medida é para atender recomendação do Ministério Público.

[relacionadas artigos=”284996″]

No ofício, o prefeito Iris argumenta que a medida visa evitar a judicialização da matéria e para que o Município possa ter conhecimento sobre as emendas apresentadas. O documento ainda afirma que em breve devolverá a matéria para que siga a tramitação na Câmara Municipal.

A medida encerra a tramitação da proposta na Casa um dia depois do líder do prefeito, Wellington Peixoto (DEM), pedir vistas na sessão extraordinária da Comissão Mista.

Em nota enviada ao Jornal Opção, a Prefeitura diz que a decisão foi tomada após a publicitação do relatório expedido pela Comissão Mista da Casa e das emendas propostas pelos vereadores, com o intuito de atender a Recomendação n. 07/2020, de 19 de agosto de 2020, expedida pelo Ministério Público do Estado de Goiás, no que diz respeito à elaboração de “parecer acerca da viabilidade técnica e financeira das emendas”.