Iris presta contas na Câmara de Goiânia e volta a culpar gestão anterior

Prefeito também preferiu mais uma vez adotar tom político e não técnico, mesmo após inúmeras solicitações anteriores de vereadores

Foto: Larissa Quixabeira/Jornal Opção

O prefeito Iris Rezende (MDB) está na Câmara de Goiânia na manhã desta segunda-feira (28/5) para prestação de contas referentes ao primeiro semestre deste ano.

Durante pronunciamento, o decano voltou a adotar tom político e não técnico, mesmo após inúmeras solicitações anteriores de vereadores, e culpou mais uma vez a gestão anterior pelo caos instalado na administração.

O prefeito também aproveitou o encontro para defender veementemente a reforma da Previdência municipal, arquivado pela Câmara na última semana. “O equilíbrio financeiro, apesar de todos os esforços, é o maior desafio da nossa gestão”, argumentou.

“Para se ter uma ideia, ainda possuímos um déficit que suga praticamente todo recurso municipal. O rombo que herdamos somente na Previdência somava R$ 392 milhões, fora a dívida histórica de R$ 17 bilhões, que desencadeia um déficit mensal que, se não for consumido, vai consumir quase R$ 500 milhões dos recursos municipais até o fim do ano”, continuou.

Durante a prestação de contas, os vereadores devem solicitar o afastamento da secretária municipal de Saúde, Fátima Mrué, conforme deliberado em Comissão Especial de Inquérito neste mês e não atendido pelo Paço até então.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.