Iris diz que Daniel Vilela ainda não é o candidato oficial do PMDB para 2018

Prefeito de Goiânia afirmou que partido “saberá escolher” nome para disputa do governo no momento certo. Peemedebista também não confirmou apoio a Caiado

Durante reunião com deputados e prefeitos peemedebistas nesta segunda-feira (26/6), o prefeito Iris Rezende (PMDB) comentou a provável indicação do deputado federal e presidente estadual Daniel Vilela (PMDB) como o candidato da legenda. Segundo ele, o partido precisa se estruturar e ainda não é possível confirmar o nome de Daniel.

“O partido tem que se estruturar, fazer isso que o Daniel está fazendo agora, reuniões com segmentos do partido em todo o interior”, defendeu Iris. “Somos calejados, então tem o partido tem amadurecimento suficiente para, no momento exato, escolher o melhor para governar Goiás”, declarou.

Questionado se a sua presença no evento, organizado por Daniel, representava apoio a ele, Iris desconversou: “Representa um apoio ao partido. Eu sou um soldado do partido”. “Compareci para demonstrar meu apoio a esse posicionamento do partido de não se acomodar, não se calar frente ao momento político e pensar como pode fazer para encontrar o caminho.”

Sobre uma eventual composição com Ronaldo Caiado (DEM), Iris elogiou o senador e disse que o PMDB precisa buscar união com “aqueles que têm o mesmo sentimento” e “juntar forças”, mas também não quis determinar se seu partido irá apoiar o democrata na disputa.

“É um nome respeitado, que eu tive a oportunidade de apoiar, um político exemplar e respeitado, não tenho dúvidas. Mas eu não quero fazer avaliação. Eu vou me preocupar com eleição no ano que vem se eu estou com tantos problemas nas minhas mãos para resolver aqui em Goiânia?”, questionou ele.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.