Iris diz que busca melhorias para transporte coletivo, mas vê aumento como ‘inevitável’

Prefeito de Goiânia aponta que inflação é a responsável pelo aumento das passagens 

Foto: Reprodução

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB), afirmou nesta terça-feira, 18, que o reajuste de passagem é uma obrigação do poder público devido ao índice inflacionário no país. “Se as coisas custam mais para os empresários por que não reajustar o preço da passagem?”, indaga o gestor.

De acordo com o prefeito, o que está em discussão entre o governo do Estado e a prefeitura de Goiânia é a melhoria do transporte público. “O eixão [Eixo-Anhanguera] é motivo de discussão, estamos discutindo essa questão para, no momento em que se anunciar o reajuste da passagem, também seja anunciado o que será feito para melhorar a vida do usuário do transporte coletivo”, garante Iris.

O aumento na tarifa é discutido anualmente pela Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC) em obediência a questões contratuais. O último reajuste aconteceu em abril do ano passado quando a tarifa passou a custar R$ 4,30.

Na época, o então presidente da CDTC, Jânio Darrot, explicou que o reajuste é previsto na lei de licitações e na lei de concessão e deveria acontecer sempre em dezembro. Assim como no último ano, o aumento tem sido adiado pelo debate sobre possíveis melhorias no transporte coletivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.