IPCA em Goiânia sobe 1,22% em dezembro e fecha 2020 em 4,33%

As maiores altas do ano foram do grupo de ‘Alimentação e bebidas’ e vieram do óleo de soja, arroz, açúcar cristal, carne de porco e leite longa vida

Foto: IBGE


Em Goiânia, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de dezembro ficou em 1,22%, segunda maior alta do ano após a alta de 1,41% em novembro. Com isso, o índice acumula, na capital goiana, variação de 4,33%, semelhante ao acumulado de 2019, que foi de 4,37%.

A alta inflacionária em Goiânia foi pressionada novamente pelo aumento dos preços no grupo Alimentação e bebidas, que no mês de dezembro atingiu alta de 1,67%. O grupo, que já tinha apresentado superalta em novembro, quando chegou a 3,88%, acumula variação de 15,39% em 2020, sendo o maior acumulado desde 2002, quando foi registrado índice de 23,23%.

No grupo, as maiores altas do ano vieram do óleo de soja, com 85,18%, arroz, 79,09%, açúcar cristal, 43,48%, carne de porco, 29,69% e leite longa vida, 22,65%. As Carnes de um modo geral, subiram 17,78% em 2020, repetindo mais uma superalta anual nos preços — em 2019 o aumento foi de 39,73%. Outro subitem importante na cesta de compra dos goianienses é o feijão-carioca, que subiu 12,59% em 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.