Ipasgo amplia número de leitos exclusivos para Covid-19

Há ainda a possibilidade de aumentar número de leitos em até 28 novos pontos de internações em outra unidade hospitalar. As novas contratações de leitos exclusivos serão realizadas conforme a demanda dos próximos dias

O Instituto de Assistência dos Servidores do Estado de Goiás (Ipasgo) ampliou o número de leitos de UTIs exclusivos para o tratamento de Covid-19. A ação foi adotada como medida emergencial para desafogar a rede privada.

Desde o dia 23 de junho, o plano de assistência passou a ter 80 leitos exclusivos no Hospital Garavelo, sendo 32 leitos de UTIs e 48 apartamentos/enfermarias. Antes da expansão do atendimento, eram 56 leitos exclusivos somente nesta unidade de saúde para usuários do Ipasgo.

A estratégia de leitos exclusivos para os casos de Covid-19 foi implementada no dia 13 de abril e ampliada na semana passada devido ao aumento da demanda na rede privada. Além do Hospital Garavelo, o plano possui 10 leitos de UTIs pediátricas exclusivos no Hospital Goiânia-Leste.

Até o início da manhã desta terça-feira, 30, a taxa de ocupação geral dos leitos exclusivos do Ipasgo no Hospital Garavelo estava em 76,5%, sendo 83,3% de ocupação nas enfermarias e apartamentos e 66,6% nas UTIs. 61 leitos estavam ocupados e 19 disponíveis.

Ao total, o plano tem atualmente 90 leitos exclusivos para atendimento de casos de Covid-19, sendo 80 no Hospital Garavelo e no Hospital Goiânia-Leste, onde há 10 leitos de UTIS pediátricas. Há ainda a possibilidade de aumentar este número de leitos em até 28 novos pontos de internações em outra unidade hospitalar. As novas contratações de leitos exclusivos serão realizadas conforme a demanda dos próximos dias.

O presidente do Ipasgo, Silvio Fernandes, diz que a prioridade neste momento é garantir que os usuários que, por ventura tenham a contaminação pelo coronavírus, recebam o atendimento adequado. Segundo ele, o instituto tem comitê especial de gestão contra o coronavírus, que, diariamente, analisa relatórios e protocolos oficiais sobre o avanço da doença no Estado para articulação e implantação de medidas preventivas e prestação de serviços aos seus usuários em toda sua rede credenciada.

O presidente da Associação dos Hospitais Privados de Alta Complexidade do Estado de Goiás (Ahpaceg), Haikal Helou, avalia que o Ipasgo acertou ao destinar leitos exclusivos para o atendimento de pacientes com Covid-19, ao ampliar a oferta e ao negociar pacotes de pronto-atendimento com a rede credenciada. “Essas medidas deram tão certo que estamos pleiteando que outras operadoras, como Unimed, Bradesco, Amil, Sul América, para que sigam o exemplo do Instituto. A estratégia do Ipasgo de concentrar os pacientes mais graves em um só local, com especialistas focados apenas no combate à pandemia, possibilita desafogar os hospitais de especialidades para que continuem a tratar as patologias usuais que não deixaram de existir neste período. Essas medidas aumentam a eficiência da assistência neste momento de pandemia”, afirma.

Os encaminhamentos para as internações nas unidades exclusivas são realizados via regulação, após atendimento em qualquer unidade hospitalar da rede credenciada ao Ipasgo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.