Anápolis se consolida como polo econômico após investimentos nos governos de Marconi

Confira os valores investidos na cidade

Marconi Perillo e Roberto Naves | Foto: Wagnas Cabral

Ao longo dos quatro mandatos do ex-governador Marconi Perillo, de 1999 a 2009, e de 2014 a 2018, foram inúmeros os investimentos em todas as áreas em Anápolis, que completa 111 anos, nesta terça-feira (31/7). Todos os recursos destinados ao município, nas últimas duas décadas, foram fundamentais para a consolidação de Anápolis como polo econômico, não só em Goiás, como no Brasil.

Ao participar do desfile cívico, realizado na cidade, nesta manhã, o governador José Eliton destacou os principais investimentos em Anápolis. “Os investimentos do Governo do Estado em Anápolis totalizam mais de R$ 760 milhões aplicados em obras de grande porte, como o Centro de Convenções, presídio, Anel Viário, rodovias, saneamento básico e abastecimento. Só em saneamento são mais de R$ 224 milhões aplicados”, disse José Eliton.

O governador ainda deixou a mensagem de que seu compromisso com a cidade “é consistente, com um conjunto de obras estruturantes e benefícios sociais, tendo o ser humano no centro, garantindo conquistas como os programas Renda Cidadã, Bolsa Universitária, Cheque Moradia, a ampliação de serviços na área da Saúde, de Segurança, avançando nas expectativas da população”.

Para o ex-governador Marconi Perillo, todos os investimentos e inovações de seu governo “têm ligação direta com a nossa forma de governar, com o diálogo que desenvolvemos com os líderes dos poderes, prefeitos e a comunidade, com união e respeito às diferenças”.

Confira os investimentos do Governo de Goiás em Anápolis:

Programa Goiás na Frente

– R$ 2 milhões para revitalização do Centro Administrativo Ipiranga;
– R$ 2,8 milhões para recapeamento asfáltico;
– R$ 4,6 milhões para implantação de feiras cobertas;
– R$ 600 mil para implantação de creches Centro dia.

Codego

– Anel Viário do Daia;
– Ampliação do ETE do Daia;
– Polo industrial de Anápolis – Daia 2;

Agetop

– Reforma do centro Administrativo Ipiranga;
– Construção do Feirão;
– Centro de Convenções;
– Aeroporto de Cargas de Anápolis;
– Complexo Prisional de Anápolis;
– Construção do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Anápolis;
– Plataforma Logística Multimodal;

Rodovias

– Reconstrução da GO-222 entre Anápolis e Nerópolis. 29,7km de extensão;
– Terraplanagem e Pavimentação da GO-437, entre Anápolis e Gameleira;
– Entrega de ordem de pagamento no valor R$ 1 milhão para ser aplicado no programa municipal de pavimentação de vias urbanas da cidade;
– Reconstrução da GO-330 – Entre Anápolis e Campo Limpo;
– Reconstrução da GO-431, entre a BR-153 e Pirenópolis;

Segurança

 Bombeiros
– Aquisição de área 20,8 mil metros quadrados;
– Construção de galpão operacional – R$ 35 mil;
– Aquisição de viatura AT-07 – R$ 215 mil;
– Aquisição de 2 Fiat Palio;
– Aquisição de 2 motos-resgate;
– Aquisição de Equipamento de Proteção Individual – R$ 240 mil.

– Anápolis foi a primeira cidade do interior goiano a contar com a Patrulha Maria da Penha que presta atendimento especializado às ocorrências de violência doméstica e familiar contra a mulher, apoiando o cumprimento das medidas protetivas de urgência previstas na Lei 11.340/2006 (Lei Maria da Penha).
– Ampliação do Centro de Reinserção Social, com abertura de 86 novas vagas.
– Reforma, ampliação e adequação da superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC):

Saúde
– Ampliação do Hospital de Urgências (Huana)
– Ampliação da Santa Casa de Misericórdia

Saneago

– Transposição do Rio Capivari para o Ribeirão Piancó;
– Investimento de R$ 169 milhões em obras de saneamento na regional de Anápolis nos últimos 15 anos;
– Entre 1999 e 2013, foram investidos R$ 127 milhões e atualmente, outros R$ 92 milhões estão sendo empregados para elevar o nível de coleta e tratamento de esgoto em Anápolis;
– Nos últimos 15 anos, foram construídos 14 novos Centros de Reservação, além de diversas melhorias em todo o sistema de distribuição e na Captação do Piancó. Também neste período, entrou em funcionamento a captação de reforço do Piancó 2 e a nova Estação de Tratamento de Água de Interlândia;
– O Sistema Produtor Piancó foi ampliado, com um investimento de R$ 120 milhões, para atender a demanda de Anápolis pelos próximos 20 anos;
– O Sistema de Esgotamento Sanitário do município também recebeu investimentos. Foram implantados mais de 22 km de redes coletoras, chegando a 36 novos bairros que ainda não contavam com os serviços de esgotamento sanitário;
– Implantação de redes de esgoto em toda a cidade, investimento de R$ 92 milhões, que elevará o índice de atendimento com coleta de esgoto para mais de 90%, até o final de 2018;

Agehab

– 150 cheques para deficientes;
– Cheque Construção – 578 unidades;
– Cheque Construção – 640 unidades;
– Cheque Reforma – 250 unidades;
– Cheque Reforma – 1.171 unidades;
– Regularização Casa Legal – 101 unidades;
– Regularização Casa Legal – 200 unidades;
– 314 escrituras entregues no Setor Nova Morada;

OVG

– Dois Restaurantes Cidadão;
– Bolsa Universitária: 930 bolsas ativas, sendo 26 integrais;

Seduce

– Programa Nossa Escola – 8 unidades contempladas;
– Entrega de prêmio a 748 alunos em Anápolis;
– A Universidade Estadual de Goiás entregou quatro ônibus à comunidade acadêmica – valor de R$ 935 mil;
– Anápolis recebeu uma escola Padrão Século XXI;

SED

– Parque Tecnológico em Anápolis;
– Convênio com a prefeitura de Anápolis para a construção do Centro do Idoso, que envolve recursos da ordem de R$ 784 mil, incluindo a contrapartida de 10% do município;
– Programa do Artesanato Goiano;

Cidadania

– Renda Cidadã: 5.889 beneficiários – Investimento: R$ 631.730 (mês);
– Jovem Cidadão: 57 contratos ativos;
– Passe Livre do Deficiente: 134 carteiras emitidas;
– Passaporte do idoso: 878 emitidos;
– Anápolis recebeu um novo posto de atendimento do Sistema Nacional de Emprego (Sine). A unidade vai desafogar outros postos do Sine no município e prestar serviços de melhor qualidade à população que busca por emprego;

UEG

– O governo lançou em 15 de junho em Anápolis a UEG em Rede, programa que irá democratizar ainda mais o ensino superior gratuito no estado, universalizando a oferta de cursos à distância.

– A UEG oferece mestrados em Anápolis, Ipameri e Morrinhos, dando continuidade no movimento de interiorização da formação superior continuada no Estado de Goiás;
– O Programa de Incubadoras da Universidade Estadual de Goiás (Proin.UEG) foi selecionado pelo edital de apoio às incubadoras de empresas de base tecnológica da Fapeg. O projeto foi contemplado com R$ 60 mil e os recursos serão investidos na consolidação e no aperfeiçoamento das ações de empreendedorismo;

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.