Internautas ridicularizam Veja, enquanto revista segue calada sobre “caso Romário”

Página da revista no Facebook foi tomada por comentários críticos e sarcásticos, todos em defesa ao ex-jogador

Imagem com documento falso que teria sido usado pela revista foi publicado no Facebook do senador

Imagem com documento falso que teria sido usado pela revista foi publicada no Facebook do senador

A revista “Veja” ainda não se manifestou sobre o possível equívoco na matéria publicada na última semana, em que denunciava a existência de uma conta milionária do senador Romário (PSB) na Suíça não declarada à Receita Federal e à Justiça Eleitoral. Enquanto isso, internautas resolveram sair em defesa do ex-jogador e passaram a ridicularizar a publicação nas redes sociais.

As páginas da revista e do redator-chefe Lauro Jardim no Facebook foram tomadas por comentários críticos e sarcásticos, todos em defesa ao ex-jogador. “Xuxa está na Record mesmo? Não sei. Vindo desse senhor pode ser notícia inventada”, comentou uma internauta na matéria que falava sobre o fato do novo programa da Xuxa não contar com nenhum contratado da Globo.

“Qual a pena para caluniar os outros como fizeram com o Romário?”, escreveu um usuário. “Tem um vizinho meu aqui que tá me incomodando muito, já tivemos até algumas rusgas. Gostaria de saber quanto a Veja cobra para publicar uma matéria dizendo que ele tá enriquecendo urânio na casa dele?”, publicou outro.

Confira outros comentários:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na última quarta-feira (29), Romário usou as redes sociais para desmentir a matéria que envolvia seu nome. Após ironizar a revista e dizer que não tinha conhecimento sobre os milhões sonegados, o ex-jogador publicou uma foto no Facebook em que aparece em Genebra, na Suíça. Na postagem, o parlamentar afirmou que a conta, na verdade, nunca existiu.

“Chateado! Acabei de descobrir que não sou dono dos R$ 7,5 milhões. Agora, aqueles que devem, podem começar a contar as moedinhas, porque a conta vai chegar de todas as formas. Eu não finjo ser decente, não faço de conta ser sério e pareço ser correto. Eu sou”, escreveu.

Conforme informações divulgadas na imprensa, os dois jornalistas que assinaram a polêmica matéria haviam desativado as contas no Facebook. Romário já sinalizou, em outras ocasiões, que pretende entrar na Justiça contra os repórteres e a revista.

2
Deixe um comentário

1 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Epaminondas

Romário primeiro disse que não se lembrava, mas que podia ter a conta (quem nunca esqueceu uma conta num paraíso fiscal com 7 milhões nela?); depois contratou Kakay, o advogado com mais contatos dentro de Brasília (Quem nunca também empreitou um advogado caríssimo para provar que você não tem determinada soma de dinheiro? Qualquer um faz isto). Então viajou até o paraíso fiscal, para confirmar a conta que não tinha (também vive acontecendo comigo, ir a lugares para comprovar que eu não tenho conta lá).

E claro, o problema é com a Veja.

Paulo Roberto Bruno

Porque a Veja se calou? Que Romário e presepeiro eu concordo, mas em posse do tal extrato, ele fez o correto. Foi até a instituição e pegou um comprovante da falsidade do documento. Com Kakai, vai meter feio na Veja, inclusive citando o trabalho que teve para provar a inocencia.